Quarta-feira, Março 3, 2021
- Publicidade -

Constância | Novo protocolo aproxima comunidades escolar e militar

O protocolo assinado esta terça-feira, dia 17, entre a Câmara Municipal de Constância e a Brigada Mecanizada oficializou a aproximação das comunidades escolar e militar ao permitir a ocupação de tempos livres nos períodos não letivos no Campo Militar de Santa Margarida (CMSM). Os campos de férias realizados pelo município integram as atividades previstas no documento aprovado em reunião camarária a 15 de dezembro de 2016 e que abrangem, igualmente, os filhos de militares e funcionários civis que prestam serviço em Santa Margarida.

- Publicidade -

A cerimónia teve lugar na Sala de Honra do Comando e juntou diversos representantes autárquicos e militares, que testemunharam a assinatura do protocolo de colaboração por Júlia Amorim, presidente da Câmara Municipal de Constância, e o Coronel Tirocinado de Infantaria Eduardo Mendes Ferrão, comandante em suplência da Brigada Mecanizada.

Entre os presentes estiveram os vereadores Arsénio Cristóvão e Manuela Arsénio, o presidente da Junta de Freguesia de Santa Margarida da Coutada António Pinheiro, o comandante do CMSM Coronel José Vinhas Nunes e o Chefe do Estado-Maior da Brigada Mecanizada, Tenente-Coronel de Infantaria Luís Afonso Calmeiro.

- Publicidade -

A cerimónia realizou-se na Sala de Honra do Comando. Foto: mediotejo.net

Um momento simbólico que a presidente da autarquia e o comandante da Brigada Mecanizada não deixaram de destacar como sendo a formalização da parceria profícua já existente e a reafirmação da preocupação assumida por ambas as entidades no apoio à educação e à cidadania, assim como na melhoria da qualidade de vida da população do concelho.

Esta “preocupação pedagógica” materializa-se a partir de 2018 através de apoio técnico e cedência de instalações e equipamentos da Brigada Mecanizada para o desenvolvimento de atividades no Campo Militar de Santa Margarida. Em destaque estão os campos de férias para crianças entre os 3 e 14 anos que o município tem vindo a realizar em pareceria com outras entidades locais, nomeadamente a Associação Os Quatro Cantos do Cisne e o Agrupamento de Escolas de Constância.

O Coronel Tirocinado de Infantaria Eduardo Mendes Ferrão, foi o primeiro a tomar a palavra durante a cerimónia, destacando que o protocolo consolida “o contributo da Brigada Mecanizada como parceiro ativo e interessado na melhoria da condição de vida das pessoas” e contribui de forma vantajosa para os familiares dos militares e funcionários civis que servem no Campo Militar de Santa Margarida.

Momento da assinatura do protocolo entre a Câmara Municipal de Constância e a Brigada Mecanizada. Foto: mediotejo.net

Para o comandante em suplência da Brigada Mecanizada é necessário “continuar a pugnar pela afirmação da Brigada Mecanizada como um parceiro de grande relevância no concelho”, destacando a “atração de novos residentes”, a “geração de emprego local”, a “sustentabilidade de novos negócios” e nos domínio ambiental e da prevenção de fogos florestais nos quais se incluem a certificação ambiental do CMSM desde 2004 e ações de prevenção e vigilância asseguradas por fundos próprios e comunitários.

Júlia Amorim, por seu lado, fez referência ao facto de se tratar de um dos seus últimos momentos oficiais enquanto presidente da Câmara Municipal de Constância, pelo que “ficará para sempre retido na minha memória”, também devido às ligações da sua família à instituição militar. No que respeita ao protocolo, referiu que o mesmo “vem enriquecer as atividades que são promovidas em benefício das crianças e jovens, não só dos nossos munícipes, mas também dos familiares da família militar”.

Mais do que uma assinatura, a autarca sublinhou que o documento simboliza a forma como “as nossas relações têm vindo a ser ricas e hão-de continuar assim”, salientando a existência de “um potencial muito grande para melhorar” associado à fixação de militares e das suas famílias no concelho e que atualmente se deparam com o “constrangimento” da ponte sobre o rio Tejo. A presidente cessante disse acreditar que este será um obstáculo ultrapassado depois de 2020, data antes da qual o Ministro das Obras Públicas indicou que não serão construídas infraestruturas deste género na região.

Discurso do Coronel Tirocinado de Infantaria Eduardo Mendes Ferrão, comandante em suplência da Brigada Mecanizada. Foto: mediotejo.net

No final da cerimónia, o mediotejo.net falou com os responsáveis máximos das duas entidades signatárias do novo protocolo que reafirmaram a importância do documento para a aproximação das comunidades escolar e militar e o reconhecimento das boas relações institucionais mantidas nos últimos anos.

Júlia Amorim considera que a nova parceria contribui “uma atividade muito mais diversificada” e que se junta a outras estabelecidas anteriormente que, no seu conjunto, fazem com que todos os envolvidos sejam beneficiados na medida em que “os recursos existentes são colocados ao serviço de todos, cada um dá o que tem, não nos andamos a lamentar com dificuldades e conseguimos muito mais facilmente por projetos de pé”. A presidente acrescentou que “o CMSM tem um forte pendor social e não podemos vê-lo sempre apenas ligado às questões de natureza militar”.

Nas suas declarações, o comandante em suplência da Brigada Mecanizada sublinhou a vontade em oficializar a parceria entre a autarquia, a junta de freguesia e esta instituição militar e que “a assinatura do protocolo garante a perenidade deste tipo de atividades para o futuro e formaliza o bom entendimento” existente nos últimos três anos.

Discurso de Júlia Amorim, presidente da Câmara Municipal de Constância. Foto: mediotejo.net

Outro ponto destacado foi a “preocupação com a família militar”, em especial os “jovens quadros de Santa Margarida que têm filhos em idade escolar, nem todos eles frequentando a escola no concelho de Constância” que têm pedido apoio para as suas famílias e poderão vir a consegui-lo agora com esta iniciativa que poderá contribuir “para a fixação de militares na guarnição de Santa Margarida e, quem sabe, apoiar a fixação de mais população no concelho de Constância”.

Segundo o Coronel Tirocinado de Infantaria Eduardo Mendes Ferrão “este protocolo contribuirá também para uma abertura de novos protocolos que pretendemos ver já assinados na próxima vereação”, anunciando está para breve a assinatura de um outro protocolo com o Agrupamento de Escolas de Constância que visa a “frequência de estágios e formação aqui na Brigada para os vários cursos profissionais que ali são ministrados”.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).