- Publicidade -
Quinta-feira, Janeiro 20, 2022
- Publicidade -

Constância | Presidente distribui pelouros e escolhe “staff”

Sérgio Oliveira, novo presidente da Câmara de Constância, assinou no dia 23 os despachos de delegação de competências nos vereadores e de nomeação dos elementos do gabinete de apoio à Presidência.

- Publicidade -

O presidente da autarquia (PS) ficou responsável pela coordenação da atividade municipal, gestão financeira, administrativa e recursos humanos, economia, captação de investimento e turismo, associativismo, serviços jurídicos, comunicação e informática e modernização administrativa.

O vereador Jorge Manuel Pereira (PS), nomeado vice-presidente da Câmara Municipal, tem sob sua responsabilidade os pelouros de equipamento urbano e rural (mercados e feiras, sinalização e trânsito, gestão de infraestruturas e equipamentos), ambiente (abastecimento de água, saneamento básico, higiene e limpeza pública; jardins e espaços verdes e biodiversidade), proteção civil, saúde, obras municipais, desporto e juventude e articulação com as freguesias.

- Publicidade -

Terceiro eleito do PS para a Câmara, Ana Filipa Montalvo, fica a tempo inteiro responsável pelas áreas de planeamento e gestão urbanística, obras particulares, ação social, educação, cultura, reabilitação urbana, museus, património, arquivo e biblioteca.

Sem qualquer pelouro atribuído, Júlia Amorim, ex-Presidente da Câmara, e Sónia Varino, eleitas pela CDU, assumem o lugar de vereador e têm como horário de atendimento: das 13H00 às 14H30, quinzenalmente, coincidente com os dias das reuniões de Câmara.

- Publicidade -

Quanto ao “staff” de apoio à Presidência, Sérgio Oliveira nomeou o farmacêutico Alexandre Marques como seu secretário. Anabela Menaia mantém as funções que exerce desde 2010 como secretária de apoio à vereação. A coordenadora técnica Ana Maria Silvério foi nomeada secretária responsável pela elaboração das atas das reuniões de Câmara.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome