Constância | Noites cruzam poesia de Camões com astronomia no Planetário de Ptolomeu

Foto: DR

O Jardim-Horto de Camões, na vila de Constância, vai juntar astronomia e a obra de Camões nas noites de 31 de julho e 21 de agosto, em iniciativas que vão permitir observar o céu a partir de um dos espaços emblemáticos daquele monumento vivo ao poeta: o Planetário de Ptolomeu. As duas sessões serão dinamizadas pelo astrónomo Máximo Ferreira e pela professora de Português e camonista Ana Maria Dias. As duas sessões ocorrem das 21h00 às 00h00, e necessitam de inscrição prévia.

PUB

O Planetário de Ptolomeu constitui-se de um pequeno anfiteatro ao ar livre, onde se encontra representada a teoria geocêntrica do universo como era entendida no tempo de Camões, que irá permitir cruzar “conhecimentos de astronomia, da época e de agora, com a profundidade e a beleza das estrofes d’Os Lusíadas em que o épico explanou a sua arte e o seu saber”, refere-se em nota enviada pela organização.

Estas ações integram o programa Ciência Viva no Verão 2020, e resultam de uma parceria entre o Centro Ciência Viva de Constância e a Associação da Casa-Memória de Camões.

PUB

O programa inclui para dia 31 de julho, esta sexta-feira, uma conversa breve sobre o conceito geocêntrico do mundo e pormenores da descrição que Camões faz (na forma de lição que Tétis dá a Vasco da Gama, na Ilha dos Amores) do conhecimento astronómico da época, bem como identificação de algumas constelações citadas por Camões em Os Lusíadas.

Serão também feitas referências aos “astros errantes” e aos céus onde “residem”, segundo a descrição de Tétis: Lua, no primeiro céu; Júpiter, no sexto céu e Saturno, no sétimo céu e feitas observações da Lua, Júpiter e Saturno através de telescópio ligado aos telemóveis dos participantes via Wi-Fi.

Já no dia 21 de agosto, a conversa será sobre os mesmos temas, mas com observações de Júpiter e Saturno através de telescópio ligado aos telemóveis dos participantes via Wi-Fi, podendo ainda observar-se nesta noite a nebulosa “anel da Lira”, o “enxame de Hércules” e a galáxia de Andrómeda.

Ambas as sessões terão limite de participantes, de forma a garantir o cumprimento das normas recomendadas pela Direção-Geral da Saúde, motivo pelo qual a participação depende de inscrição prévia em www.cienciaviva.pt/veraocv/2020.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here