Constância | Município cancela eventos “Gostar de Constância” e “Natal Reciclado” devido à pandemia

Perante o contexto vivido relativo à covid-19, o Município de Constância anunciou o cancelamento de eventos agendados para o mês de dezembro, nomeadamente o “Gostar de Constância” e o “Natal Reciclado”. Quanto à Feira do Livro, este ano vai adotar um formato online.

PUB

O cancelamento das atividades desenvolvidas habitualmente no mês de dezembro pelo Município de Constância é justificado pela autarquia com a atual situação de pandemia que o concelho e o país atravessa, devido à covid-19.

Relativamente ao “Gostar de Constância”, este é um evento que acontece todos os anos (e que este ano celebraria uma década de existência) a 7 de dezembro, uma “data simbólica para o concelho por ter sido nesse dia, em 1836, que a rainha D. Maria II, satisfazendo um pedido apresentado pela população da época, mudou o nome da vila de Punhete, que tinha há séculos, para Notável Vila da Constância”. Além de animação musical, o Gostar de Constância integra ainda homenagem às gentes da terra, com entrevistas a convidados das três freguesias do concelho.

PUB

A iniciativa “Gostar de Constância” encheu a Casa do Povo de Montalvo, na edição de 2019. Foto de arquivo: mediotejo.net

Quanto ao “Natal Reciclado”, também cancelado, é uma iniciativa que decorre durante a época natalícia no concelho, na qual a Câmara Municipal promove uma exposição sob o tema Natal, que inclui Árvores de Natal e Presépios, feitos com materiais reciclados, com intuito de “dinamizar e envolver no espírito natalício as escolas, associações/coletividades, Instituições Particulares de Solidariedade Social, o comércio local, tecido empresarial e grupos de pessoas organizados”.

No caso da Feira do Livro, a iniciativa vai acontecer mas num formato diferente. O Município vai dinamizar um programa online, com eventos de promoção da leitura, numa atividade intitulada “Leitura, Natal e muito mais…”, entre os dias 8 e 12 de dezembro.

PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).