- Publicidade -
Segunda-feira, Dezembro 6, 2021
- Publicidade -

Constância | Município atribui 33 bolsas de estudo a alunos do Ensino Superior

A Câmara Municipal de Constância vai atribuir no presente ano letivo 33 bolsas de estudo aos alunos do Ensino Superior, no âmbito do programa “Constância Maior Valor”. Para este ano letivo 2020/2021 houve um reforço de cabimento para responder às candidaturas recebidas e aprovadas, num investimento municipal de 23.750,00€.

- Publicidade -

“Aferiu-se que teríamos condições para a atribuição de 33 bolsas de estudo ao Ensino Superior, perfazendo um valor total de 23.750,00,€. Desta forma, o que se propõe é que seja atribuídas estas 33 bolsas de estudo”, disse a vereadora Filipa Montalvo (PS), responsável pelo pelouro da Educação, na reunião do executivo camarário de 4 de janeiro.

A proposta de lista de ordenação final relativa à atribuição das bolsas de estudo ao Ensino Superior mereceu a unanimidade do executivo municipal, tendo sido também aprovado o agendamento da primeira tranche dos montantes para os alunos contemplados durante este mês de janeiro.

- Publicidade -

Para o ano letivo 2020/2021 houve um reforço de cabimento de 3.750,00€ para que “todas as candidaturas que foram entregues e aprovadas pudessem ser contempladas”, explicou Filipa Montalvo.

A vereadora deu conta ainda da existência de candidaturas que não foram validadas devido a incumprimentos do regulamento definido (e aprovado em reunião de Câmara), como “o rendimento per capita ser acima do valor estabelecido no escalão” ou a falta de apresentação de documentos obrigatórios. Aos interessados foi dado um período de audiência prévia, tendo sido os candidatos informados da não-atribuição da bolsa, sendo que “não houve reclamação” por parte dos mesmos.

Em reunião de Câmara, a vereadora Júlia Amorim (CDU) aproveitou a ocasião para congratular o facto de no presente ano letivo “terem sido distribuídas tantas bolsas de estudo”, referindo que “felizmente, este ano, o processo decorreu em termos processuais de acordo com os procedimentos adequados”.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome