PUB

Constância | Monumento aos Marítimos: falta parecer das Infraestruturas de Portugal

O Monumento aos Marítimos, obra do mestre João Gregório, da Moita, está concluído e pronto para ser colocado na rotunda entre Constância e Montalvo e que dá acesso à A23. O anúncio foi feito pelo Presidente da Câmara, Sérgio Oliveira (PS), na sessão da Assembleia Municipal do dia 18.

PUB

No entanto, para que a Câmara possa intervir na rotunda é necessário o parecer positivo das Infraestruturas de Portugal, documento que ainda não chegou, conforme explicou o autarca em resposta ao deputado Joaquim Santos (CDU).

O objetivo da Câmara é a substituição da iluminação da rotunda de forma a realçar o monumento e o arranjo do espaço lateral “para dar outro ar à entrada da vila”, explicou Sérgio Oliveira.

PUB

O parecer das IP é obrigatório uma vez que se trata de uma estrada nacional (EN3).

Após a receção desse parecer, a Câmara está em condições de avançar com a intervenção na rotunda o que deverá acontecer nos próximos meses.

PUB

A requalificação do espaço é feita também a pensar na proximidade do futuro hotel Villa Tejo Nature & Spa, unidade hoteleira em fase de construção e que deverá estar concluído no final do ano.

PUB
PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).