Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Setembro 16, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | Miguel Carvalho é o novo presidente das associações juvenis – Fajudis

Miguel Carvalho, natural de Coruche e presidente da Associação de Jovens Dinâmicos de Coruche, é o novo presidente da direção da FAJUDIS – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Santarém, tendo o ato eleitoral decorrido no dia 17 de novembro em Constância, sede da entidade.

- Publicidade -

Sob o mote “Caminhamos de mãos dadas com o associativismo”, Miguel Vieira de Carvalho, 21 anos, assume um mandato válido por três anos (2019-2022) e rende no cargo o histórico dirigente Jorge Claro, que presidia à FAJUDIS desde 2004.

Os órgãos sociais da nova direção da FAJUDIS são compostos por associações de vários pontos do distrito: AJAF – Associação Juventude Acção no Futuro; SCOCS – Sport Club Operário de Cem Soldos; COVAL’TAS – Associação Cultural e Ambiental; Rancho Folclórico e Etnográfico do Casal Sentista; Rancho Folclórico de Chãos; Cem Rumos – Associação Juvenil; Associação Cultural Cantar Nosso da Golegã; Terras do Tejo – Grupo Juvenil de Acção Cultural; Rancho Folclórico da Pedreira; Cena Aberta – Companhia Teatral de Santarém; Rancho Folclórico e Cultural do Covão do Coelho; Clube de Karaté Amicale de Alcanena; e ACLAMA – Associação Cultural “Os Amigos de Martinchel”,

- Publicidade -

“Preparar um plano de atividades para 2020 que reforce a dinâmica, a intervenção, e a participação dos jovens do distrito no associativismo, com uma ação cívica ativa na sociedade”, são objetivos de curto prazo da nova equipa diretiva da FAJUDIS.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome