Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Constância | Máquina de Bobinar é “Peça do Mês” no Museu dos Rios e das Artes Marítimas

É uma adaptação de uma antiga máquina de costura que permitia fazer pequenas bobines com as quais as mulheres que trabalhavam para a Casa Santos Costa elaborassem redes de pesca. A “Máquina de Bobinar” é a peça do mês de fevereiro do Museu dos Rios e das Artes Marítimas, em Constância.

- Publicidade -

É o segundo elemento do património constanciense a ganhar destaque na iniciativa “Peça do Mês”, lançada em janeiro deste ano pelo Museu dos Rios e das Artes Marítimas com o propósito de dar a conhecer à comunidade os diversos elementos patrimoniais da vila poema e respetiva história.

Refere a autarquia em comunicado que esta máquina de bobinar, oferta da Casa Santos Costa ao Museu dos Rios e das Artes Marítimas, resulta de uma “adaptação de uma antiga máquina de costura feita por António Rosa” e permitia “a partir de grandes bobines de linha, torçal e nylon, compradas pela Casa Santos Costa, fazer pequenas bobines”.

- Publicidade -

Essas pequenas bobines serviam depois para que as mulheres que trabalhavam para a Casa Santos Costa elaborasse redes de pesca, nomeadamente alvitanas e tarrafas. Este foi entre o final dos anos 80 e início dos anos 90 um trabalho realizado “por mulheres de Constância”, elucida a autarquia, o que “permitia ajudar na sua subsistência e na das suas famílias, especialmente aquelas em que os maridos eram marítimos e que por isso passavam longos períodos afastados de casa”.

“Para as outras famílias, este trabalho feminino permitia ter uma vida um pouco melhor, levando a que as meninas desde cedo aprendessem esta arte para ajudar no sustento da família”, acrescenta o Município em comunicado.

Máquina de Bobinar é a peça do mês de fevereiro do Museu dos Rios e Artes Marítimas, em Constância. Imagem: MRAM

Com base em ferro forjado, elementos decorativos florais e duas rodas para impulsionar o mecanismo, a máquina de bobinar exposta no Museu dos Rios e das Artes Marítimas tem também um tampo em madeira “com mecanismos modernos adaptados para fazer pequenas bobines de linha”. Tem ainda inscrito “POLLACK SCHIMDT & Cº HAMBURG”, o nome da empresa que comercializou esta máquina de costura a partir de 1868.

A “Peça do Mês” está exposta numa das salas do Museu dos Rios e Artes Marítimas mas, em consequência do contexto pandémico e do encerramento deste equipamento cultural ao público, apenas pode ser, para já, apreciada via Internet, através das páginas de Facebook do Museu dos Rios e das Artes Marítimas e do Município de Constância.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome