Sábado, Fevereiro 27, 2021
- Publicidade -

Constância mantém tarifário de água, resíduos e saneamento mas valor final vai subir (c/ÁUDIO)

A Câmara Municipal de Constância aprovou por unanimidade manter os valores do tarifário de água, saneamento e resíduos para 2021, mas a fatura final do consumidor vai acabar por subir. É que o Município é obrigado por lei a cobrar a taxa de gestão de resíduos e a taxa de gestão dos recursos hídricos e estes aumentam a nível nacional. 

- Publicidade -

A autarquia deliberou manter em vigor os preços praticados no ano anterior, naquela que o presidente do Município admite ser uma “opção política” tendo em conta “a situação grave a nível social e económico” vivida, em consequência da pandemia de Covid-19.

“Nós optamos por não atualizar [o tarifário] atendendo à situação grave a nível social e económico que o país atravessa e também é uma forma de ajudarmos o tecido económico e as famílias e as instituições do nosso concelho. Foi uma opção política não mexer no tarifário da água”, admitiu o presidente da Câmara Municipal de Constância, Sérgio Oliveira (PS), em declarações ao mediotejo.net.

- Publicidade -

A autarquia constanciense deliberou por unanimidade na última reunião do executivo camarário manter o tarifário de água, saneamento e resíduos aplicado em 2020 neste ano de 2021. “Quer as tarifas fixas quer as tarifas variáveis, não há atualização nenhuma do preço da água no concelho de Constância para o presente ano”, elucidou o presidente do município constanciense, sublinhando que aquilo que “o quadro que temos estabelece é que o tarifário deveria ser atualizado anualmente tendo em conta o valor da inflação”.

Não obstante, o autarca sublinha que existe uma alteração no tarifário mas que diz respeito a taxas que o Município é obrigado a cobrar por lei.

“A única alteração que existe no tarifário da água é a repercussão no consumidor das taxas que o Município é obrigado por lei a cobrar, nomeadamente a taxa de gestão de resíduos e a taxa de gestão dos recursos hídricos em que, na verdade, o Município é apenas um veículo de passagem, ou seja, o consumidor paga esse valor e a Câmara tem que entregar esse valor à Administração Central”, explana.

Áudio | Presidente da Câmara Municipal de Constância, Sérgio Oliveira, em declarações ao mediotejo.net:

Recorde-se que a última atualização relativa ao tarifário da água, saneamento e resíduos no concelho de Constância foi feita em 2019, após dez anos sem mexidas.

Na altura, um dos motivos que levou a esta atualização prendeu-se com o “défice considerável” a nível do serviço de águas, que segundo o autarca estaria a rondar os 79 mil euros e a nível do saneamento cerca de 40 mil euros, uma vez que a EPAL, a quem compra água em alta, atualizou sempre os preços.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou à capital com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).