Sábado, Fevereiro 27, 2021
- Publicidade -

Constância | Maior carrilhão itinerante do mundo em destaque no III Festival Internacional do Carrilhão e do Orgão

A 3ª edição do Festival Internacional do Carrilhão e do Orgão em Constância (FICOC), organizado pelo Centro Internacional do Carrilhão e do Órgão (CICO) arrancou na sexta feira e estende-se até este domingo, naquele que é um festival que contém visitas guiadas, folclore, mas, principalmente, música, que brota dos sinos do maior carrilhão itinerante do mundo, o LVSITANVS.

- Publicidade -

Já na terceira edição consecutiva, o FICOC tem como objetivo principal o de divulgar o carrilhão, a sua música e a sua forma de tocar. Nesse sentido, não é de admirar que no primeiro dia do evento este tenha sido marcado, na parte da manhã, por uma exposição pública do carrilhão e, na parte da tarde, por uma aula pública, lecionada por Ana Elias onde as pessoas eram convidadas a verem o LVSITANVS, o maior carrilhão itinerante do mundo de mais perto, e de experimentarem entoar algumas melodias.

Sendo algo muito recente e pouco divulgado, Alberto Elias, presidente da CICO e Ana Elias, filha de Alberto e professora de carrilhão, com licenciatura e mestrado em Carrilhão e outro mestrado em Ensino, falam numa só voz relativamente a expetativas, confessando que estas não são muito altas. Não obstante, pai e filha são também consonantes ao afirmarem que tem havido um maior interesse das pessoas em querer saber o que é o carrilhão e a sua música.

- Publicidade -

alberto elias e ana elias
Alberto Elias e Ana Elias. Pai e filha pretendem divulgar o carrilhão.

O primeiro dia do festival deu-se por terminado com um concerto de Ana Elias, que teve também participação de duas alunas suas, Carolina Vélo e Adriana Quintas Martins, a qual vai realizar o exame de 3º grau da disciplina de carrilhão no domingo à tarde, onde será avaliada por um júri internacional.

O FICOC, que nasceu do sonho de uma família que lutou para que se tornasse realidade e da necessidade de divulgação de um instrumento tão pouco reconhecido, conta com a presença do organista belga Wannes Vanderhoeven, através de uma atuação na Igreja Matriz de Constância e com a presença de Joo Haazen, carrilhanista belga, responsável pelo concerto de encerramento do festival no domingo à noite, no jardim público de Montalvo.

A manhã de sábado ficou marcada pela abertura oficial do festival no Centro de Ciência Viva, onde decorreu também uma explicação sobre o referido centro e uma visita com demonstração ao planetário, proporcionadas pelo diretor do Centro de Ciência Viva, Máximo Ferreira.

A tarde deste dia de sábado, por seu turno, contou com uma visita guiada ao Jardim Horto de Camões pela vice-presidente da Casa-Memória de Camões, Ana Maria Dias. Findada a visita, os presentes puderam contar com um concerto de música medieval e renascentista pelos TINTINNABVLVM.

Na noite de sábado, o Anfiteatro do Rios vai contar com um concerto de carrilhão e música tradicional portuguesa levado a cabo pela Ana Elias em conjunto com o Grupo de Cantares da Casa do Povo de Montalvo.

O LVSITANVS é o maior e mais pesado carrilhão itinerante do mundo (foto: mediotejo.net)

Mas o evento conta com mais algumas atividades, além das já referidas.

O dia 29, domingo, começa às 11h00 com uma saída do Carrilhão LVSITANVS e dos participantes até ao Parque Ambiental de Santa Margarida, trajeto este que conta com a escolta do Clube Vikings LVSITANVS. Já no parque, os visitantes contam com uma visita guiada ao Borboletário Tropical e ao Parque Ambiental, às 15h00. Para as 17h00 está agendada uma demonstração pelo Rancho Folclórico Os Camponeses de Malpique, contando com a assinatura de um protocolo de cooperação entre o referido grupo de folclore e a CICO.

Quanto a este evento de três dias, uma das maiores carrilhanistas europeias e uma das principais impulsionadoras do projeto, Ana Elias, acha que este é um evento cultural “diferente e que merece todo o apoio, começando pelo do público. A música tocada pelo carrilhão é muito diversa, indo desde a mais clássica à mais popular. O programa é variado e chega a todas as pessoas”, disse a carrilhanista e impulsionadora do projeto.

 

Licenciado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo. Ávido leitor, não dispensa no entanto um bom filme e um bom serão na companhia dos amigos.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).