PUB

Constância | Lago Arquimedes complementa Centro Ciência Viva (c/ fotos e vídeo)

O lago chama-se Arquimedes, o barco, Eureka. À volta do lago temos picotas, noras e parafusos sem fim, instrumentos utilizados para tirar água e regar. Estamos em Constância, no Centro Ciência Viva de Constância (CCVC), que no dia 20 de maio inaugurou uma nova valência, o lago Arquimedes.

PUB

Máximo Ferreira, astrónomo e diretor do Centro explica que o nome do lago e do barco fazem alusão ao físico e matemático grego que descobriu o princípio da impulsão.

“Há Ciência nas Tradições”, assim se designou a atividade desenvolvida naquele dia e que teve na inauguração do lago o momento alto. Trata-se de um espaço onde foram colocadas peças que fizeram parte da vida agrícola da região, todas elas oferecidas ou cedidas por cidadãos e entidades.

PUB

Instrumentos como as noras, o parafuso de Arquimedes, a picota ou a roda à manivela são manipuláveis para que os visitantes possam descobrir o lado científico daquelas peças de tirar água. Pode-se, por exemplo, empurrar um burro feito em chapa e ver a água a subir nos alcatruzes.

Como refere Máximo Ferreira, “as pessoas que não querem ver os anéis de Saturno ou as crateras da Lua, ou que já conhecem aquela parte, podem trazer o seu lanche, ficar à sombra e brincar com os equipamentos do lago Arquimedes”.

Atividade "Há Ciência nas Tradições" no Centro de Ciência Viva de Constância

Publicado por mediotejo.net em Domingo, 20 de Maio de 2018

Junto ao lago foi instalado um contentor oferecido pela Caima, a que se designou por “contentor de memórias”. Funciona como um pequeno museu onde, a par de algumas imagens de utensílios antigos, um sistema audiovisual vai mostrando passagens de vídeos realizados com a colaboração de habitantes do concelho, com relatos de épocas, factos e lugares de relevante interesse patrimonial.

Pretende-se que o lago Arquimedes, à volta do qual foram plantadas árvores da região para darem fruto e fazerem sombra, funcione também como espaço de lazer. Os visitantes podem trazer o seu farnel, fazer ali o seu pic-nic e passar um dia diferente.

Constância quer apostar em novas marcas

O Presidente da Câmara de Constância destaca a importância do novo espaço no CCV como complemento, “para quem não sentir interesse pela parte da astronomia, tem aqui uma oportunidade de passar um dia diferente”.

Sérgio Oliveira acredita que o novo equipamento vai atrair ainda mais visitantes num concelho com um forte peso no turismo científico. O CCV registou cerca de 25 mil visitantes em 2017, número que tem vindo a aumentar nos últimos anos.

O autarca destaca ainda a carga simbólica que têm aqueles instrumentos da agricultura tradicional com que se identificam mais as populações das freguesias de Montalvo e de Santa Margarida, onde existiam várias casas agrícolas.

Falando para os participantes na atividade, o Presidente da Câmara alertou para a necessidade de se apostar em novas marcas para além das que já existem como Camões, Vila-Poema ou Rios.

Apelou a todos para ajudarem a “vender a marca da nossa terra”, criar sinergias e projetar Constância a nível nacional e internacional. Sérgio Oliveira realçou o “excelente trabalho que Máximo Ferreira está a fazer à frente do CCV”.

O diretor do CCV aproveitou para dar a conhecer algumas das próximas atividades como a observação do próximo eclipse da lua no dia 27 de junho. Para agosto (de 17 a 19) anuncia-se a ASTROFESTA 2018, em 25ª edição, com palestras, observações astronómicas e workshops no Parque de Astronomia.

A tarde terminou com a atuação do Rancho Folclórico “Os Camponeses de Malpique” e um “lanche no espeto”, baseado em produtos regionais.

PUB
PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).