PUB

Constância | Gabinete de Saúde Oral aguarda por recursos humanos para começar a funcionar

O Município de Constância espera que “nas próximas semanas” possa ter informações por parte da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo quanto ao arranque das consultas de saúde oral no concelho. Em reunião do executivo camarário, o presidente da autarquia constanciense refere que da parte da Câmara Municipal já está tudo a postos, faltando os recursos humanos, responsabilidade da ARS.

PUB

O ponto de situação foi solicitado em reunião do executivo camarário na segunda-feira, 4 de janeiro, pela vereadora Sónia Varino (CDU), que questionou o presidente da autarquia sobre qual o estado deste projeto que pretende implementar consultas de saúde oral no Serviço Nacional de Saúde a acontecer num gabinete no Centro de Saúde da vila.

Recorde-se que este investimento, comparticipado a 85% por fundos comunitários (sendo os restantes 15% a cargo do Município) resulta de um protocolo de colaboração celebrado com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT).

PUB

Sérgio Oliveira admitiu em reunião do executivo camarário que atualmente “aquilo que era responsabilidade da Câmara Municipal está concluído, nomeadamente a cadeira do médico dentista está instalada no Centro de Saúde aqui em Constância”. Lembre-se que a responsabilidade da autarquia tinha que ver com a adaptação do espaço para funcionamento do gabinete e aquisição de equipamento necessário.

Neste momento falta a chegada dos recursos humanos: “Estamos a aguardar que a ARS coloque os recursos humanos para iniciar o funcionamento do mesmo”, disse o presidente constanciense. “Contamos que, como já temos este processo concluído, nas próximas semanas recebamos indicação da ARS para o início do funcionamento do gabinete de saúde oral”, acrescentou o edil.

Centro de saúde de Constância, onde vai funcionar o gabinete de saúde oral (Créditos: Marlene Silva)

Este gabinete será extensível a toda a população do concelho, dos mais velhos aos mais novos utentes inscritos no Centro de Saúde de Constância, na extensão de saúde em Santa Margarida e na futura extensão de saúde de Montalvo.

Áudio | Sérgio Oliveira faz ponto de situação sobre gabinete de saúde oral e extensão de saúde de Montalvo:

EXTENSÃO DE SAÚDE DE MONTALVO AINDA SEM DATA PARA INAUGURAÇÃO

Em sessão do executivo camarário a vereadora Sónia Varino (CDU) questionou também sobre o ponto de situação da extensão de saúde de Montalvo, no antigo edifício da Escola de 1.º Ciclo Dr. José Godinho.

Em dezembro passado o presidente do Município dava conta de que apenas faltava terminar o apetrechamento do edifício em termos de equipamentos e mobiliário por parte da ARS, referindo que, da parte da autarquia (responsável pela obra física em si), apenas faltava a instalação dos equipamentos de ar condicionado, situação que se previa estar concluída até ao final de 2020. Já esta segunda-feira, 4 de janeiro, o autarca refere que ainda não foi concluída a questão dos equipamentos de ar condicionado, havendo “a garantia da empresa de que serão colocados nas próximas semanas”.

Da parte da ARSLVT aguarda-se ainda a colocação dos equipamentos médicos, já tendo sido enviado um ofício a “questionar a questão da conclusão dos equipamentos médicos, dos recursos humanos, e a indicação de uma data previsível para se marcar a inauguração daquele equipamento de saúde”, adiantou Sérgio Oliveira.

Com um custo de cerca de 140.000,00€, a empreitada da Extensão de Saúde de Montalvo é comparticipada a 85% por fundos comunitários, sendo o restante valor retirado do orçamento municipal.

PUB
PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).