Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sexta-feira, Setembro 17, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Constância | Fogo impediu a travessia da ponte para Sul (C/VÍDEO)

Depois de um dia quente de verão, com a temperatura acima dos 40 graus, mais de 30 carros e motas ficaram impedidos de cruzar a ponte da Praia do Ribatejo, no concelho de Constância, pela Guarda Nacional Republicana (GNR), enquanto o corpo de bombeiros combatia o incêndio que havia deflagrado às 19:35h.

- Publicidade -

No local, às 20:30h, havia quatro helicópteros, duas avionetas e dezenas de viaturas e homens tentando controlar o fogo.

Quem podia seguir viagem por outro caminho, deu meia volta. Porém, aqueles que dependiam da ponte para aceder o seu destino, tiveram de esperar até que a situação normalizasse.

- Publicidade -

Algumas pessoas estavam à espera para passar para o outro lado do rio para ir em busca de notícias de amigos e de familiares que se encontravam na zona do incêndio, pois não conseguiam estabelecer contacto por telefone.

O militar da GNR encarregado de controlar a travessia, e que só estava autorizado a deixar passar viaturas de emergência, foi abordado por alguns cidadãos, de ânimo alterado, querendo furar o bloqueio. Mas, como o intuito era salvaguardar a integridade física e material de todos, o agente da autoridade não permitiu a passagem.

Foto: Vinicius Alevato

Por volta das 21:45h, o acesso para a área afetada pelo fogo foi reposto, apesar da quantidade de fumo na zona e de as operações de rescaldo ainda estarem em curso. Os condutores dos veículos voltaram a correr para os seus lugares e aceleraram em direção aos seus destinos.

Nessa altura já havia escurecido e os pequenos focos que ameaçam reacender eram vistos facilmente. Os bombeiros, em alerta, tratavam de eliminá-los.

Mais um incêndio na região, com pessoas encurraladas pelas chamas, propriedades castigadas pelo fogo, e outras que, por pouco, não arderam. Dezenas de meios de combate utilizados e muitos homens e mulheres arriscando as suas vidas para salvarem as de outros. Assim estamos no início do verão, ainda com tantos meses pela frente.

Vinicius Alevato, 30 anos, estudante de comunicação, está a aprender a
observar uma região com o olhar atento aos factos. Acredita no
jornalismo de proximidade e na importância de servir as pessoas através
da boa informação.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome