Quinta-feira, Fevereiro 25, 2021
- Publicidade -

Constância | Feira da NERSANT exibe a dinâmica e os desafios do setor empresarial da região (c/fotos e video)

O Núcleo de Abrantes, Constância, Mação e Sardoal da NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém dinamiza em Constância, até este domingo, a segunda edição da Feira Empresarial que pretende não só promover as empresas destes concelhos, bem como proporcionar dinâmicas para apreciar o que de melhor a região tem, sendo rica e diversa no que toca à gastronomia, ao património, turismo e cultura, entre outras vertentes.

- Publicidade -

Durante a sessão de abertura, Vítor Mendes, presidente da direção do Núcleo de Abrantes, Constância, Mação e Sardoal da NERSANT, referiu que esta segunda Feira Empresarial conta com 27 stands, resultando numa edição “acima das melhores expetativas”, estando já a organização a pensar nas próximas edições.

“No próximo ano vamos organizar duas feiras semelhantes a esta, que vão acontecer em Sardoal e Mação, e nas quais vamos aumentar em 30 a 35% o número de empresas presentes”, explicou Vítor Mendes ao mediotejo.net, indicando como expetativa o alcance de 40 empresas participantes.

- Publicidade -

O presidente deste Núcleo da NERSANT acrescentou que esta é uma iniciativa onde estão representas “as empresas dos quatro concelhos, sendo que sempre a partir das 17h00 temos diversas atividades, para as pessoas verem o que se faz, e bem, nestes concelhos, e temos também a parte da restauração para quem quiser petiscar e apreciar as iguarias que compõem a gastronomia regional”.

Vídeo: Vítor Mendes, presidente do Núcleo de Abrantes, Constância, Mação e Sardoal da NERSANT falou ao mediotejo.net na abertura da 2ª Feira Empresarial, a decorrer em Constância até domingo, na Zona Ribeirinha da vila.

Constância | Feira Empresarial decorre na Zona Ribeirinha da vila até domingo. Vítor Mendes, presidente da direção do Núcleo de Abrantes da Nersant falou ao mediotejo.net sobre a programação do certame, os desafios sentidos pelo setor empresarial da região, bem como os objetivos até 2020 do núcleo.

Publicado por mediotejo.net em Sexta-feira, 27 de setembro de 2019

Além destes objetivos, Vítor Mendes notou ainda a importância da atividade do Núcleo no sentido de partilhar desafios e potencialidades, no sentido de conseguir respostas e soluções coletivas que possam, pelo menos, amenizar as dificuldades com que o tecido empresarial se debate.

“Há sempre muitas dificuldades. E por isso mesmo teremos um colóquio com participação de várias pessoas do meio, em que vamos discutir um bocadinho as dificuldades que se impõem com a interioridade e a número 1 é provavelmente a A23, que trata da autoestrada mais cara do país. São desafios que têm que ser contornados e aos poucos vão sendo, mas com muita dificuldade”, explicou.

Quanto ao contorno dos entraves e dificuldades colocados ao tecido empresarial da região, o mesmo responsável admitiu que a partilha feita entre as diversas empresas também motiva a procura de soluções para as mesmas.

“É importante [a partilha], e vamos ter muitas empresas, proprietários, funcionários e pessoas ligadas aos município e outras, que estarão presentes e irão ouvir opiniões e os dramas e oportunidades de cada um.

Apesar dessa reconhecida dificuldade, esta iniciativa vem provar que as empresas da região precisam deste tipo de mostra, para que possam dar-se a conhecer noutras dimensões e contextos, conseguindo angariar atenções, contactos e quiçá potenciais investimentos e clientes.

“As empresas precisam destes certames e é por isso que, para nós, é quase uma vitória. Porque no início não sabíamos se iria resultar ou não, mas vamos continuar a fazê-lo com mais força”, concluiu.

A Feira Empresarial encontra-se a decorrer, sendo que este sábado está na programação um debate aberto, no auditório da Casa-Memória de Camões, sob o mote “Os Desafios da Interioridade”, a partir das 15h30. Às 21h30, a animação musical estará de volta à zona ribeirinha com a banda Remédiu Santu.

Domingo, dia 29, a feira estará aberta do meio dia às 23h00, sendo que a tarde conta com animação e atuações dos Ranchos Folclóricos de Casais de Revelhos e “Os Camponeses de Malpique”.

Fotogaleria da abertura oficial:

 

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).