Constância | Exercício internacional Orion envolve populações e mais de 1300 militares

O Ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, desloca-se esta sexta-feira a Santa Margarida, onde decorre o exercício ORION19, que envolve cerca de 1300 militares. O exercício conta com a participação de militares de Espanha, Estados Unidos da América, Lituânia, Roménia, Brasil, França e Grécia. O Ministro será acompanhado pelo Secretário de Estado Adjunto da Defesa Nacional, Jorge Seguro Sanches e pela Secretária de Estado de Recursos Humanos e Antigos Combatentes, Catarina Sarmento e Castro. No final da visita haverá uma demonstração de capacidades, com execução de fogos reais e apoio aéreo próximo.

PUB

São mais de 1300 os militares e 180 viaturas oriundos de cinco países da NATO que estão envolvidos até esta sexta-feira no Orion 19, o maior exercício anual conduzido pelo Exército português e que decorre este ano na área de Abrantes, Constância e Vendas Novas.

A montagem das bases militares nas povoações de Água Travessa, Bemposta e Tramagal, no concelho de Abrantes, com interação com os residentes, testar com fogos reais o novo armamento ligeiro das Forças Armadas Portuguesas, e integrar a nova capacidade do Exército de veículos aéreos não tripulados (‘drones’) para as missões nacionais e internacionais, foram alguns dos momentos que o diretor do Exercício ORION 19, Brigadeiro-General Matos Alves, hoje destacou no Campo Militar de Santa Margarida, Constância, em declarações à Lusa.

PUB
Diretor do Exercício ORION 19, Brigadeiro-General Matos Alves. Foto: mediotejo.net

“Os novos cenários onde temos empenhado as nossas forças fora do território nacional, atualmente e num passado recente, têm sido dentro das povoações e dos ambientes urbanos, pelo que, montar as bases militares nas povoações, permitirá aos militares operar tal qual se verifica nas atuais operações em que Portugal participa no quadro dos seus compromissos internacionais, desenvolvendo capacidades nesse sentido”, notou.

Para além disso, o exercício Orion, que principiou a 19 de novembro e culmina na sexta-feira com uma demonstração conjunta das forças envolvidas, inclui a realização de fogos reais com os diversos sistemas de armas, incluindo o novo armamento ligeiro do Exército (pistolas e espingardas automáticas), o emprego de forma integrada de forças ligeiras, médias e pesadas, além de integrar pela primeira vez a nova capacidade do Exército de veículos aéreos não tripulados.

PUB

Neste sentido, o Orion19 vai permitir a “atualização do treino de técnicas, táticas e procedimentos, que os conflitos recentes têm revelado como essenciais, como é o caso da defesa contra ‘drones’ comerciais armados de forma improvisada para ataque a colunas ou bases militares”.

ORION18. Foto arquivo: BrigMec

A decorrer nas regiões de Abrantes, Constância e Vendas Novas, além de forças nacionais provenientes das três Brigadas do Exército Português e da Zona Militar da Madeira, o exercício conta ainda com forças dos países aliados de Espanha, Estados Unidos da América, Lituânia e Roménia, bem como observadores vindos do Brasil, Espanha, França e Grécia.

Segundo o diretor do Exercício ORION 19, a separação geográfica dos dois locais – Abrantes/Santa Margarida e Vendas Novas – decorre do facto de se estarem a treinar “diferentes tipologias de forças, com missões distintas, com objetivos diferentes e, consequentemente, em cenários distintos”, tendo o exercício, no entanto, um “tronco comum” que reflete nas ações que estão a decorrer.

Exercício "Orion 19" – O Inicio

Exercício ORION 19: o maior exercício do Exército com a participação de Forças internacionaisORION 19 vai decorrer entre 21 e 29 de novembro, nos concelhos de Abrantes e Vendas Novas, e conta com a participação de Forças dos Exércitos dos Estados Unidos da América, Roménia, Lituânia e Espanha, bem como observadores do Brasil e França.No âmbito do ORION19 as 28 Viaturas Blindadas de Rodas Pandur 8X8 que constituirão a Task Force VIRIATO e que "apanharam" o comboio em Mangualde já se encontram no seu destino: Campo militar de Santa Margarida.Ao serviço dos Portugueses.#ExércitoPortuguês #ORION19

Publicado por Exército Português em Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Em Vendas Novas, e num contexto de emprego de forças nacionais, decorre o treino da Componente Terrestre da Força de Reação Imediata, com o 2º Batalhão de Paraquedistas, num cenário que “replica um país com uma situação semelhante à que as forças enfrentam presentemente na República Centro Africana (RCA)”, e para onde esta força militar portuguesa irá cumprir missão entre os meses de março e setembro de 2020, revelou o diretor do exercício.

“Esta força já está a treinar com o novo armamento do Exército, constituído pelas espingardas automática SCAR-L e SCAR-H, pistola Glock e pelas metralhadoras ligeira e média, FN Minimi 5.56 Mk3 e FN Minimi 7.62 Mk3, respetivamente”, notou.

No total, em Vendas Novas, estão envolvidos cerca de 250 militares envolvidos na estrutura de exercício, apoio logístico real e unidades em treino. Estão empenhados um total de 40 viaturas das quais nove são viaturas blindadas de rodas do tipo Pandur e Hummer.

Demonstração de meios e capacidades. Foto arquivo: mediotejo.net

Na região de Santa Margarida e Abrantes, decorre o treino de uma Força Tarefa multinacional, no âmbito de operações de estabilização de paz, num “teatro de operações em que se caminha para a consolidação de um ambiente seguro e estável, mas que ainda sofre de ações hostis de insurgentes apoiados por um país vizinho militarmente poderoso”.

Neste caso, “buscas, cercos, e controlo dos pontos de acesso a determinadas áreas” são exemplos das ações em curso, tendo o diretor do exercício destacado a projeção por via férrea de 28 viaturas Pandur da Brigada de Intervenção, desde a estação de Mangualde até à estação de Santa Margarida, um “teste à capacidade de projeção estratégica que há dez anos não era treinada e nunca tinha sido testada com as viaturas Pandur”.

ORION19 – Incidente entre populares e forças militares

Mais de 1.300 militares empenhados no Exercício ORION19Entre 23 e 29 de novembro, os Municípios de Abrantes, de Constância e de Vendas Novas recebem o Exercício ORION19. No dia de ontem ressalta um incidente ficcionado entre populares e forças militares que, desafiados por uma manifestação civil, puseram à prova a sua capacidade de serenar ânimos e cooperar com a mesma para a resolução do seu problema.Até à próxima sexta-feira faremos um resumo diário das atividades desenvolvidas em formato “No Comments”.Ao serviço dos Portugueses. #ExércitoPortuguês #ORION19 #BrigMec #BrigInt #BrigRR

Publicado por Exército Português em Domingo, 24 de novembro de 2019

No total em Santa Margarida estão envolvidos cerca de mil e cinquenta militares, sendo aproximadamente um quarto militares estrangeiros: 133 Espanhóis, 33 Lituanos, 32 Norte-americanos e 30 Romenos.

Na região de Santa Margarida, as forças ocupam bases no Tramagal, Bemposta e Água Travessa, estando empenhados um total de 140 viaturas das quais 67 são viaturas blindadas, e desta nove são Carros de Combate.

c/LUSA

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here