- Publicidade -
Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Constância | Executivo aprova apoios de Ação Social Escolar para novo ano letivo

Foram aprovados por unanimidade, em sede de executivo camarário, os apoios de Ação Social Escolar para o ano letivo 2019/2020 para alunos do primeiro ciclo do Ensino Básico a nível de auxílios económicos para aquisição de material escolar e alimentação. Na mesma reunião, ocorrida a 29 de agosto, foi também autorizada a abertura do procedimento de atribuição de Bolsas de Estudo a alunos do Ensino Superior.

- Publicidade -

As propostas foram apresentadas pela vereadora Ana Filipa Montalvo (PS), que explicou que “apesar de ainda não ter saído o despacho relativamente à Ação Social Escolar por parte do Ministério da Educação, foi entendimento do executivo trazer a proposta para auxílios económicos, no concerne ao material escolar para o primeiro ciclo, quer também aos auxílios a nível alimentar”.

Segundo a mesma responsável, “a decisão de trazer esta proposta antes da saída do despacho, prende-se com o facto de o município atribuir sempre uma verba bem superior àquela que vem no despacho do Ministério da Educação”.

- Publicidade -

Assim, o município mantém os valores praticados no ano letivo transato. Para material escolar atribui-se 46 euros para escalão A e 36 euros para escalão B, “mediante apresentação dos devidos comprovativos da aquisição do material, sendo que os manuais são comparticipados”.

Quanto à alimentação, atribui-se a comparticipação de 100% a crianças do escalão A e 50% ao escalão B, “mantendo-se os valores em causa em período não-letivo/de interrupção letiva”, disse.

Também aprovado por unanimidade foi a abertura do procedimento para a atribuição de bolsas de estudo no âmbito do programa “Constância Maior Valor – Valoriza-te, Valoriza-nos”.

A vereadora Ana Filipa Montalvo (PS) apresentou a proposta, referindo estar nos termos do praticado no ano letivo transato, à semelhança do que aconteceu com o ponto referente aos auxílios de Ação Social escolar.

“Estamos prestes a iniciar o novo ano letivo, e a proposta não é mais do que o pedido para abrir as candidaturas à atribuição de bolsas de estudo ao Ensino Superior, à semelhança do que tem vindo a acontecer há vários anos”, contextualizou.

Segundo a vereadora, o valor total investido pela autarquia para atribuição de bolsas será de 23 mil euros, “exatamente o mesmo valor comparticipado no ano letivo transato”.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome