Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | Em tempo de confinamento, município prepara ensino à distância (C/ÁUDIO)

O concelho de Constância tem acompanhado a tendência do país no que respeita à Covid-19, com o presidente do Município a referir “um aumento do número de casos”. Defendendo que nesta fase “tem que haver serenidade e temos que ouvir efetivamente quem tem conhecimentos técnicos e científicos”, o autarca admite que no concelho “a larga maioria da população tem sabido cumprir com as recomendações”. Sérgio Oliveira refere também, em declarações ao mediotejo.net, que o Agrupamento de Escolas está dotado de equipamentos “que possibilitem a todos os alunos usufruírem das aulas online”, num processo que está “salvaguardado e a ser preparado”.

- Publicidade -

Não obstante ser um dos concelhos do Médio Tejo com menor registo diário de novos casos de infeção por Covid-19 nos últimos dias, o município de Constância “tem acompanhado, infelizmente, a tendência do país”, conforme admite o presidente da Câmara Municipal, Sérgio Oliveira, em declarações ao nosso jornal. “Temos vindo a aumentar o número de casos”, explana.

Para o aumento do número de casos de Covid-19 no concelho tem contribuído o surto no Lar de Santa Margarida, o foco que mais preocupações centra, atualmente com 17 utentes infetados e com registo de dois óbitos.

- Publicidade -

Com um acompanhamento permanente da situação, o autarca sublinha que “as instituições estão a conversar umas com as outras e a prestar o apoio necessário para que este momento difícil que o concelho e que o país atravessa seja ultrapassado”. No entanto, defende que “ajudar, colaborar e articular” tem de ser algo feito “com serenidade, porque nós nesta altura difícil não podemos ter um especialista em cada esquina. Tem que haver serenidade e temos que ouvir efetivamente quem sabe e quem tem conhecimentos técnicos e científicos para nos aconselhar e para nos orientar na nossa ação”.

O edil considera que em Constância “a larga maioria da população tem sabido cumprir com as recomendações e com aquilo que é emanado pelo Governo”. “O fundamental aqui é que efetivamente as pessoas cumpram com as regras do confinamento, com as regras do distanciamento social. Que façam as deslocações estritamente necessárias, que não andem em passeios, em ajuntamentos, em almoços ou jantares de famílias porque está mais que provado que nesta situação atual que o país atravessa, qualquer aglomerado de pessoas pode provocar daí um conjunto de casos positivos”, alerta o presidente do Município.

CÂMARA MUNICIPAL SEM CASOS ATIVOS

Câmara Municipal de Constância. DR

Quanto à situação dentro da Câmara Municipal, Sérgio Oliveira elucida que até à presente data “não houve aqui nenhuma situação que pudéssemos dizer ser alarmante ou preocupante”. O autarca referiu a existência de um caso positivo dentro do quadro de pessoal da Câmara “mas que já está negativo”.

“A nível da organização dos serviços, há vários meses que temos a maioria das pessoas em teletrabalho. Definimos o sistema de rotatividade em que está presente uma pessoa por serviço porque é fundamental, porque não nos podemos esquecer daquela que é a nossa principal missão que é prestar um serviço público e por mais dificuldades e restrições que existam, a atividade municipal não pode ficar parada”, relembrou o autarca.

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PREPARA ENSINO À DISTÂNCIA

Com a retoma das atividades escolares anunciadas para dia 8 de fevereiro, com ensino à distância, conforme aprovado em Conselho de Ministros na quinta-feira, 28 de janeiro, o Agrupamento de Escolas está a preparar o processo do regresso ao ensino online.

Sérgio Oliveira refere que a escola “estará dotada de equipamentos que possibilitem a todos os alunos usufruírem das aulas à distância”, em virtude também de um conjunto de computadores e equipamentos entregues pelo Município ao Agrupamento de Escolas aquando do primeiro confinamento, no ano transato.

“Neste momento, o processo está salvaguardado e está a ser preparado. Obviamente que aqui funcionamos muito da seguinte forma: a senhora diretora quando tem alguma dificuldade ou quando há alguma questão em que precise do apoio da Câmara liga e nós articulamos e resolvemos”, explanou o autarca.

No mesmo sentido, a autarquia vai manter, em articulação com o Agrupamento de Escolas de Constância a e a Associação Os Quatro Cantos do Cisne, o fornecimento em regime take away de refeições escolares aos alunos beneficiários de apoio no âmbito da ação social escolar.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou a Lisboa com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome