Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância e VN Barquinha | Bombeiros salvam animais no rio Tejo

A repentina subida das águas do rio Tejo fez com que uma dezena de cabritas e ovelhas ficassem isoladas no meio do rio junto a um dos pilares da ponte da Praia do Ribatejo, que liga os concelhos de Vila Nova da Barquinha e Constância. O Comandante dos Bombeiros de Vila Nova da Barquinha disse hoje ao mediotejo.net que os animais estavam em perigo de serem levados pela corrente uma vez que o nível da água estava a subir de forma muito rápida.

- Publicidade -

O caso aconteceu na quinta feira, dia 25, sendo necessária a intervenção de bombeiros das duas corporações. Eram 16.24 horas quando uma mulher, ao ver os animais aflitos no meio do rio, telefonou para o quartel dos bombeiros de Vila Nova da Barquinha a alertar para a situação, conforme nos relatou o Comandante dos Bombeiros barquinhenses, Jorge Gama.

Na altura, o pastor ainda não tinha dado pela falta dos animais porque estava a encaminhá-los para o curral, do lado da Caima, e ainda não os tinha contado.

- Publicidade -

Com recurso a um barco dos bombeiros de Constância, dois homens desta corporação e mais seis de Vila Nova da Barquinha resgataram os animais e encaminharam-nos para a margem.

O Comandante dos Bombeiros de Vila Nova da Barquinha refere que os animais estavam em perigo de serem levados pela corrente uma vez que o nível da água estava a subir de forma muito rápida. Jorge Gama acrescenta que o salvamento de animais, no rio, em poços ou em árvores, acontece com alguma frequência.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome