Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Constância | Deputados do PS visitaram o concelho

Os deputados do PS eleitos pelo círculo eleitoral de Santarém realizaram uma visita guiada ao concelho esta segunda-feira, dia 26, pelos candidatos do partido socialista às eleições autárquicas. Uma manhã que incluiu passagem pelo Parque Ambiental de Santa Margarida, as obras do Centro Escolar de Montalvo, a zona industrial, o Centro de Ciência Viva e o Jardim-Horto de Camões.

- Publicidade -

O deputado Hugo Costa acompanhou toda a visita ao lado dos candidatos, nomeadamente Sérgio Oliveira, à Câmara Municipal, António Mendes, à Assembleia Municipal, Jorge Pereira, segundo da lista candidata ao município, José Rita, à Assembleia de Freguesia de Constância, e José Manuel Ricardo, à Assembleia de Freguesia de Santa Margarida da Coutada. A presença de Idália Serrão acabou por não se confirmar uma vez que se encontrava ausente do país e António Gameiro acompanhou a visita até meio por motivos de agenda.

Ao longo da viagem pelas três freguesias foi feita uma contextualização sobre diversas áreas do concelho, como o turismo, a educação, o tecido empresarial, a ciência e Camões. A última paragem foi no Jardim-Horto de Camões, onde Hugo Costa e os candidatos foram recebidos por António Matias Coelho, responsável pela Casa-Memória de Camões, que partilhou a necessidade de apoios financeiros para perpetuar a memória do poeta, que considera tratar-se de “uma causa nacional”.

- Publicidade -

Sérgio Oliveira, António Mendes e Hugo Costa. Foto: mediotejo.net

O mediotejo.net questionou Sérgio Oliveira e Hugo Costa no final da visita sobre os pontos positivos e negativos que encontraram. Sérgio Oliveira destacou como ponto positivo “a motivação que existe das pessoas que estão à frente das instituições que visitámos em realizar novos projetos e trazer novas pessoas para o concelho”, que contrasta com o ponto negativo associado a “alguma falta de manutenção e dinamismo” de certas infraestruturas que poderiam potenciar o turismo.

O turismo nas suas diversas vertentes é assumido pelo candidato como uma “das principais bandeiras da candidatura do partido socialista”. Os outros três “pilares” principais apontados são a atração de investimento privado que leve à criação de emprego e à fixação de população, a construção de uma nova ponte sobre o rio Tejo que aumente a coesão territorial e estimule a zona industrial e a aposta na ação social.

A visita terminou no Jardim-Horto de Camões. Foto: mediotejo.net

Sérgio Oliveira acrescentou que o programa eleitoral está “praticamente elaborado” e será tornado público assim que termine a “ronda de reuniões com empresas e coletividades do concelho” e as preocupações estejam devidamente “refletidas” para que “num concelho pequeno, quem for eleito presidente de câmara no dia 1 de outubro seja alguém que se assuma como o presidente de todos, um presidente de proximidade”.

Hugo Costa, por seu lado, destacou como ponto positivo “as capacidades que o concelho tem conhecidas”, designadamente a nível patrimonial, ambiental e cultural. O deputado considera tratar-se de “oportunidades” que devem ser aproveitadas para tornar Constância num “polo representativo da nossa região”. Os aspetos negativos destacados foram a incapacidade, quer de “muitas vezes responder perante os desafios” e do atual executivo municipal em “ser representativo de todos os habitantes do concelho”.

Hugo Costa considera que neste município, à semelhança de outros no país, existe “o mito de que determinada força política governa bem, mas que o caso de Constância é demonstrativo que isso não acontece”, acrescentando “basta ver que a vila, com as capacidades que tem, está praticamente deserta e a responsabilidade é certamente de quem não sabe aproveitar essas oportunidades”.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome