Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Setembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | Contas do município com saldo positivo de 160 mil euros

Os Documentos de Prestação de Contas do Município de Constância foram aprovados no final do passado mês de abril pela Câmara Municipal e a Assembleia Municipal e o ano de 2016 representou o regresso ao saldo positivo, situado nos 160 mil euros.

- Publicidade -

Os documentos serão enviados para o Tribunal de Contas e o município justifica o resultado do exercício com “uma gestão exercida com intenso esforço de contenção dos gastos sem contudo pôr em causa a realização das atividades previstas”, acrescentando que a redução da dívida e não se verificaram pagamentos em atraso.

A do site institucional destaca a “impossibilidade de gerar significativa receita própria” por parte da autarquia, que tem como consequência uma “situação de dependência quase total da receita proveniente do Orçamento de Estado”, agravada pelo atraso no arranque dos Fundos Comunitários.

- Publicidade -

Entre os projetos a desenvolver a curto e médio prazo são indicados a construção do Centro Escolar de Montalvo, a pavimentação na rua Dr. José Godinho, a conclusão da obra do Cemitério da Portela, a beneficiação de alguns troços da Estrada Municipal 592 e outros arruamentos na freguesia de Santa Margarida da Coutada, as obras no Açude de Aldeia de Santa Margarida, a requalificação do Bairro do Chão da Feira em Constância, a elaboração dos projetos de melhoria do Bairro de Preanes e do projeto de requalificação da Zona Ribeirinha de Constância, as intervenções no Cineteatro Municipal, no Largo Cabral Moncada e no Jardim dos Correios bem como múltiplas melhorias nos diversos lugares do concelho”.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome