Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância: Dia da Brigada Mecanizada em Santa Margarida no dia 22 de abril (ATUALIZADA)

O Quartel-General da Brigada Mecanizada foi o local escolhido para a apresentação das atividades comemorativas do Dia daquela unidade sediada no Campo Militar de Santa Margarida, ao qual se alia o Dia do Comando das Forças Terrestres. O programa arrancou no dia 30, com a Estafeta D. Nuno Álvares Pereira e estende-se até 25 de abril com mais nove atividades que abrem as portas do quartel à população civil e levam as forças militares fora de muros.

- Publicidade -

- Publicidade -

O Dia da Brigada Mecanizada é assinalado anualmente a 6 de abril, data evocativa da Batalha de Atoleiros travada em 1384 pelo patrono daquela unidade militar, o Condestável D. Nuno Álvares Pereira. As cerimónias associadas a este dia foram adiadas e terão lugar no Campo Militar de Santa Margarida a 22 de abril, juntamente com a comemoração do Dia do Comando das Forças Terrestres, que é celebrado em rotatividade com outras forças do Exército Português.

A apresentação do programa comemorativo foi realizada pelo Tenente -Coronel Luís Calmeiro
O Tenente -Coronel Luís Calmeiro apresentou o programa comemorativo (foto: mediotejo.net)

- Publicidade -

As comemorações deste ano também se diferenciam dos anos anteriores pelo vasto programa apresentado no Quartel-General da Brigada Mecanizada aos municípios envolvidos nas atividades (Constância, Entroncamento, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha) e vizinhos (Abrantes). Três das cinco autarquias estiveram representadas por elementos dos respetivos executivos municipais, que receberam as boas-vindas do Comandante da Brigada Mecanizada, Major-General Luís Fonseca.

Júlia Amorim, autarca de Constância, e os vereadores Ricardo Honório e João Gomes, de Vila Nova da Barquinha e Abrantes, respetivamente, assistiram à apresentação do Chefe do Estado-Maior da Brigada Mecanizada, Tenente-Coronel de Infantaria Luís Calmeiro, num ambiente descontraído no qual ficou patente a vontade da Brigada Mecanizada em promover a aproximação à população civil. Antes da cerimónia militar no dia 22 de abril estão previstas outras nove iniciativas de âmbito desportivo, cultural e de cidadania distribuídas por seis datas distintas em espaços militares e civis.

O Major-General Luís Fonseca detalhou algumas das atividades do programa comemorativo
O Major-General Luís Fonseca detalhou algumas das atividades previstas (foto: mediotejo.net)

O programa tem início no dia 30 de março, com a Estafeta D. Nuno Álvares Pereira no Campo Militar de Santa Margarida, local onde as bandeiras nacional, da NATO/OTAN e países membros foram hasteadas no dia 4 de abril, para assinalar o 67º aniversário da assinatura do Tratado do Atlântico Norte. A relevância da data da constituição da NATO/OTAN prende-se com o facto da Brigada Mecanizada ter origem na Divisão Nun’Álvares, criada em 1953, para dar resposta aos compromissos assumidos por Portugal perante esta organização.

Na mesma semana foram realizadas mais quatro atividades, a 6 e 9 de abril. A quarta-feira começou com a conferência sobre “A Batalha de Atoleiros”, no auditório do Grupo de Artilharia de Campanha da Brigada Mecanizada (GAC) e teve como palestrante o Major de Infantaria Dias Afonso. A noite juntou no palco do Teatro Virgínia, em Torres Novas, a Banda Militar do Porto e o Grupo de Música Tradicional Mirandesa “Galandum Galundaina”.

Abrantes, Constância e Vila Nova da Barquinha estiveram representados por elementos dos executivos municipais
Júlia Amorim, Major-General Luís Fonseca, Ricardo Honório e João Gomes (foto: mediotejo.net)

O quartel da Brigada Mecanizada voltou a abrir as portas à população civil no sábado passado, durante a realização da prova I Trail “Rota da Hakea”, composta por três itinerários com distâncias variáveis entre os oito e os 30 quilómetros, incluindo uma caminhada. Nesse mesmo dia decorreu a inauguração da exposição de viaturas militares antigas organizada pela Associação Portuguesa de Viaturas Militares, presente no Campo Militar de Santa Margarida até ao dia 14 de abril.

As três atividades do dia 21 de abril estão inseridas nas comemorações do centenário da I Guerra Mundial. As vítimas deste conflito serão homenageadas em Vila Nova da Barquinha pelas 10h00 junto do Monumento aos Mortos da Grande Guerra, onde jazem os restos mortais de António Gonçalves Curado, o primeiro soldado português a ser abatido pelas tropas inimigas na Flandres.

DSCF3790
O ambiente foi descontraído durante e depois da apresentação (foto: mediotejo.net)

O tema será abordado mais tarde no seminário internacional “A preparação do Corpo Expedicionário Português para a Grande Guerra: de Tancos à Flandres” por oradores nacionais e estrangeiros, incluindo António José Telo, historiador e professor catedrático de História na Academia Militar. A participação no evento realizado no Museu Nacional Ferroviário, Entroncamento, funciona por convite devido à limitação do espaço, mas todos os interessados neste episódio bélico da História nacional podem visitar a exposição “Do Campo Militar de Tancos ao Campo Militar de Santa Margarida”, patente no mesmo local até 25 de abril.

O programa fecha a 22 de abril com a cerimónia do Dia do Comando das Forças Terrestres e da Brigada Mecanizada, que decorrerá na pista de aviação do Campo Militar de Santa Margarida. Júlia Amorim, presidente da câmara municipal de Constância, obteve resposta positiva quando questionou se os alunos das escolas do concelho podiam estar presentes neste evento em que será entregue o estandarte nacional pelo 2º Batalhão de Infantaria Mecanizado, com regresso marcado do Kosovo a 8 de abril.

Coronel Eduardo Ferrão e Coronel João Nabais (fila da frente)
Coronel Eduardo Ferrão e Coronel João Nabais (fila da frente) (foto: mediotejo.net)

No final da apresentação das diversas atividades que constituem o programa comemorativo de 2016 o 2º Comandante da Brigada Mecanizada, Coronel Tirocinado de Infantaria Eduardo Ferrão, salientou “não se pretende que esta iniciativa morra aqui”. A continuidade poderá ser garantida com a itinerância da exposição do Museu Nacional Ferroviário por escolas e outras entidades, assim como pela realização de concertos inseridos nas comemorações futuras do Dia daquela unidade militar no concelho onde está localizado o Campo Militar de Santa Margarida, Constância, e nas autarquias vizinhas.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome