Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Constância | Câmara cede terreno a Escuteiros na localidade de Malpique

O Agrupamento 707 do Corpo Nacional de Escutas (CNE) de Constância Sul dispõe, desde há poucas semanas, de um terreno com 85 mil m2 cedido pela Câmara e localizado na localidade de Malpique, junto ao bairro da Serafina. A ideia é que o novo terreno seja o local do acampamento anual Margaridas que se tem realizado junto ao Centro de Ciência Viva.

- Publicidade -

O contrato de comodato foi formalizado há poucas semanas entre a Associação de Pais e Amigos do Agrupamento de Escuteiros e o Município. Explica o Presidente da Câmara que se trata de um terreno “de grande dimensão, só com uma pequena parte urbana, que será transformado num parque escutista para o agrupamento de escuteiros desenvolver a sua atividade”.

Era um terreno sem uso, propriedade do Município, com pinheiros e sobreiros “que vai ter um uso que acaba por proteger a natureza”, realça Sérgio Oliveira.

- Publicidade -

O autarca acrescenta que a dinamização daquele espaço “será muito importante para a freguesia de Santa Margarida e sobretudo para a localidade de Malpique e destina-se não só para uso do agrupamento local mas também para receber os escuteiros de outros agrupamentos”. O objetivo é que o novo terreno seja o local do acampamento anual Margaridas que se tem realizado junto ao Centro de Ciência Viva – Parque de Astronomia.

Em Montalvo, parte do antigo jardim de infância foi cedido a Associação de Caçadores e Pescadores do Concelho de Constância, e a Escola Júlio Feijão será cedida à Associação Filarmónica, que fez o pedido à autarquia.

O centenário edifício Adães Bermudes, onde funcionou a escola, será cedido à Junta de Freguesia de Montalvo, faltando apenas formalizar o contrato de comodato.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome