Constância | Câmara aprova projeto de remoção de fibrocimento na Escola Luís de Camões

A Câmara Municipal de Constância aprovou, em reunião do executivo municipal, o projeto de remoção de fibrocimento na Escola Básica e Secundária Luís de Camões. O Município quer avançar com a intervenção, 100% financiada por fundos comunitários, até ao final do ano.

PUB

A remoção do fibrocimento, um composto que contém fibra de amianto (substância cancerígena) vai ser efetuada em duas zonas da Escola Luís de Camões, em Constância: “numa zona dos antigos balneários, que estão neste momento desativados, e numa zona de telheiro/alpendre”, conforme indicou ao mediotejo.net o presidente da Câmara Municipal, Sérgio Oliveira.

Uma intervenção aprovada por unanimidade em reunião do executivo municipal de Constância esta quinta-feira, 22 de outubro, e que vai levar a que a escola fique “sem qualquer tipo de fibrocimento”.

PUB

Reunião de Câmara de Constância, 22 de outubro. Foto: mediotejo.net

Proibida no quadro normativo nacional em 2005 a utilização de fibras de amianto, o Governo português publicou em junho deste ano a lista das escolas onde o amianto vai ser removido, ao abrigo de um programa que custará 60 milhões e será financiado por verbas comunitárias. Nesta lista, publicada em Diário da República, constam 579 estabelecimentos de ensino, entre os quais precisamente a Escola Básica e Secundária Luís de Camões.

No caso de Constância, foi celebrado um protocolo entre a Câmara Municipal e o Ministério da Educação para que fosse possível essa intervenção por parte da Câmara, uma vez que o edifício da escola “não é municipal”, conforme explica o presidente do Município, Sérgio Oliveira.

Financiada a 100% por fundos comunitários, Sérgio Oliveira explica que a responsabilidade da Câmara é “fazer o projeto, lançar e acompanhar a empreitada e submeter os pedidos de pagamento e ser ressarcido pela administração central do custo que tem”. Uma empreitada que, refira-se, além de incluir a remoção do fibrocimento engloba também a aplicação de “novo material de revestimento”.

O presidente do Município indicou que a intenção da autarquia é a de avançar com a obra antes do final do ano.

PUB
PUB
Ana Rita Cristóvão
Quando era pequena, passava os dias no campo a fazer de conta que apresentava o telejornal. Rumou à capital para se formar em Jornalismo e foi aí que se apaixonou pela rádio. Gosta de abraços e passa horas a ouvir as histórias dos mais antigos. É fã de chocolate, caminhadas sem destino e praias fluviais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).