Constância | Borboletário Tropical comemora 5º aniversário com visitas noturnas gratuitas

Equipamento único do género no país, o Borboletário Tropical do Parque Ambiental de Santa Margarida, no concelho de Constância, comemora no dia 5 de junho o seu 5º aniversário.

PUB

Para festejar esta data, vão ser dinamizadas visitas noturnas, intituladas “O outro lado da vida das borboletas”, nos dias 1, 2 e 5 de junho, a partir das 20h30, tendo como desafio “descobrir o que se esconde no Borboletário quando a noite cai”.

Borboletário (PASM). Foto: mediotejo.net

PUB

As visitas são gratuitas, mas com inscrição obrigatória e número de participantes limitado. A inscrição deverá ser efetuada através do endereço de correio eletrónico parqueambiental@cm-constancia.pt ou do telefone 249736929.

Situado no Parque Ambiental de Santa Margarida, o Borboletário Tropical abriu ao público no dia 5 de junho de 2013. Trata-se de um espaço criado para dar a conhecer o mundo das borboletas, contribuindo para o conhecimento da biologia e ecologia destes insetos, servindo assim como modelo para compreender a importância da conservação da diversidade de seres vivos.

No interior do Borboletário o tempo está sempre quente e húmido. Desta forma é possível manter vivas, durante todo o ano, borboletas tropicais que esvoaçam por entre a vegetação.

Cientistas, alunos e professores das escolas, famílias com ou sem crianças, turistas, todos têm no Borboletário um universo especial, verdadeiramente exótico, onde podem observar diversas espécies de borboletas, incluindo algumas de dimensões consideráveis, todas de uma beleza indizível.

Entrar no Borboletário é ter a sensação que, de repente, os trópicos vieram de visita ao Parque Ambiental para nos pôr diante dos olhos um mundo de maravilha.

As borboletas começam a procurar o seu canto para dormir a partir das 15h30. Foto: mediotejo.net

Durante os três primeiros meses do ano, o Borboletário de Santa Margarida foi visitado por 2.334 pessoas.

PUB
PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).