Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | Badaladas mundiais ouvem-se no concelho e têm ecos de novo carrilhão

O Pré-Congresso Mundial de Carrilhão começou esta sexta-feira, dia 23, com as primeiras badaladas do LVSITANVS a ecoarem pela vila de Constância a partir do Anfiteatro dos Rios. O maior carrilhão itinerante do mundo e os músicos oriundos de diversos continentes percorrem o concelho até domingo com paragens para concertos, momentos de debate, lançamento do chocalhofone e de um livro de arranjos musicais.

- Publicidade -

Os primeiros instantes do evento realizado no âmbito do 19º Congresso Mundial de Carrilhão de Barcelona revelaram-se não apenas de música, mas de reencontros. Alguns dos participantes no pré-congresso, músicos e curiosos, juntaram-se à família Elias pouco depois da chegada do carrilhão itinerante LVSITANVS e foram muitos os que trataram Alberto e as filhas Ana e Sara como velhos amigos.

Os três são os fundadores do CICO – Centro Internacional do Carrilhão e do Órgão, responsável pela organização e pela existência do instrumento musical com mais de 10 toneladas inaugurado em maio de 2015. O carrilhanista Eddy Mariën estava presente no momento e desde então tem regressado regularmente à Vila Poema para diversas interpretações naquele que considera ser “talvez, o melhor carrilhão itinerante” que conhece.

- Publicidade -

Alberto Elias, Eddy Mariën e Ana Elias. Foto: mediotejo.net

A ligação à vila é notória e este músico belga que seguiu as pisadas do pai no gosto musical e na profissão presenteou Constância com uma obra da sua autoria em 2015. Tocar no LVSITANVS também é especial, diz, em parte devido ao facto de ter sido fabricado pela empresa holandesa Royal Eijsbouts, apontada por Alberto Elias como a melhor do mundo.

Eddy Mariën foi o primeiro a tocar o LVSITANVS no Anfiteatro dos Rios, cedendo o teclado pouco depois a Isaac Wong. Foi durante a interpretação livre deste carrilhanista australiano que Alberto falou com o mediotejo.net, destacando a importância da realização deste evento em Constância na medida em reúne pessoas de diversos continentes que acabarão por divulgar não só o carrilhão itinerante e o CICO, como o próprio concelho.

LVSITANVS, o maior carrilhão itinerante do mundo. Foto: mediotejo.net

O objetivo é transformar Constância no “Centro Mundial do Carrilhão” que alie a beleza da vila ao maior carrilhão do mundo, à existência da única escola de música ligada a este instrumento musical na Península Ibérica e às qualificações académicas de Ana e Sara. A primeira encontra-se entre as seis pessoas na Europa que possuem o mais alto grau de carrilhão com aptidão para ensinar e a segunda reside nos Estados Unidos, onde é a única europeia com mestrado em carrilhão.

A esta ambição junta-se o “sonho” de construir um carrilhão fixo em Constância. Segundo Alberto, o facto do LVSITANVS ser itinerante não o impede de ir e ficar noutros locais que têm apresentado propostas tentadoras. No entanto, destaca o respeito pelo concelho que aceitou o desafio “sem saber o que esperar” e acolheu o CICO em 2011. É em Constância e com a sua população que quer construir um novo carrilhão de torre.

O projeto já foi apresentado e dele faz parte o envolvimento da comunidade, nomeadamente os mais jovens, através de diversas atividades que gerem uma ligação pessoal ao carrilhão e transformem o sonho num fator de atração turística que se tem desenvolvido nos últimos anos. A realização do pré-congresso ligado a um dos maiores eventos internacionais comprova a última afirmação e carrilhanistas, organistas e amantes deste estilo musical vão percorrer as três freguesias até domingo.

Os sinos do LVSITANVS com vista para o rio. Foto: mediotejo.net

A Cerimónia de Abertura teve lugar no Anfiteatro dos Rios ao final da tarde com um concerto de Eddy Mariën e seguiu-se a atuação conjunta do LVSITANVS e do Grupo de Cantares da Casa do Povo de Montalvo. A manhã de sábado foi passada no Centro Ciência Vida de Constância com apresentações de especialistas, a apresentaçãodo chocalhofone e do livro de arranjos para carrilhão de obras de Francisco Xavier Baptista. Depois de almoço a Igreja Matriz de Constância recebeu uma referência histórica com Ana Elias e um concerto no órgão histórico com João Vaz.

Ao final da tarde, pelas 18h00, a música medieval renascentista dos TINTINNABVLVM ecoa pelo Pavilhão de Macau, no Jardim-Horto de Camões, dando lugar aos sons do LVSITANVS e da Banda Filarmónica Montalvense no Jardim Público de Montalvo a partir das 21h30. O carrilhão abandona o local às 10h30 de domingo acompanhado pelos participantes do Pré-Congresso e a escolta especial dos motards do Clube Vikings Lvsitanvs.

A aluna Adriana Quintas assiste à interpretação de Ana e Sara. Foto: mediotejo.net

Uma vez chegados ao Parque Ambiental de Santa Margarida, às 12h00, a tarde inclui um piquenique seguido de interpretações musicais livres, uma visita guiada ao parque e ao Borboletário Tropical e um concerto com o carrilhanista americano John Widmann, às 16h00. O Pré-Congresso termina às 18h30 na associação Os Quatro Cantos do Cisne (Pereira) com o concerto no carrilhão LVSITANVS pelo carrilhanista holandês Roy Kroezen e a cerimónia de encerramento.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome