- Publicidade -

Constância | Autarquia impermeabiliza Ecoteca no Parque Ambiental de Santa Margarida

O Município de Constância continua a desenvolver trabalhos no Parque Ambiental de Santa Margarida, em Vale de Mestre, na freguesia de Santa Margarida da Coutada, no âmbito da sua requalificação. A intervenção mais recente decorre no terraço da Ecoteca, num investimento municipal que ultrapassa os 17 mil euros.

- Publicidade -

A intenção de requalificar aquele que é considerado pela autarquia como “um dos grandes equipamentos do concelho” foi assumida publicamente pelo presidente da Câmara Municipal de Constância, Sérgio Oliveira, quando em reunião do executivo camarário em novembro de 2019 falou na urgência de uma “intervenção de fundo” neste equipamento que está perto dos 20 anos.

Após uma candidatura não aprovada pelo Turismo de Portugal em 2018 para comparticipação das obras a executar (por ter sido esgotada a verba disponível face ao número de projetos candidatados) a autarquia passou ao plano B e fez o levantamento das questões mais urgentes, tendo durante o ano de 2020 levado a cabo um conjunto de ações nesse sentido, nomeadamente no que toca à substituição e tratamento das madeiras do parque, a pintura de portões e recuperação do campo de futebol, intervenções por administração direta, ou seja, realizadas pela própria autarquia.

- Publicidade -

Obras de impermeabilização no terraço da Ecoteca do Parque Ambiental de Santa Margarida (PASM). Foto: Sérgio Oliveira

Ainda previstas estão as obras da nova torre de observação do parque e da impermeabilização do terraço do espaço Ecoteca, intervenções entregues a empreiteiros que representam um investimento estimado em 100 mil euros, 100% suportados pelo orçamento municipal.

Estado do terraço da Ecoteca do Parque Ambiental de Santa Margarida (PASM) antes do início das obras de impermeabilização. Foto: Sérgio Oliveira

“No conjunto de tudo o que foi feito no PASM nos últimos meses, desta intervenção e da nova torre estamos a falar de perto de 100.000,00 € investidos num espaço que merece estar cuidado e arranjado”, refere o presidente da autarquia constanciense, Sérgio Oliveira, numa publicação feita na sua página de Facebook, onde dá conta do início dos trabalhos a nível da Ecoteca.

Esta semana tiveram início precisamente os trabalhos para impermeabilização do terraço da Ecoteca, uma intervenção “necessária e urgente”, sublinha o edil, dando conta de que a ação de conservação e manutenção do Parque Ambiental de Santa Margarida culminará com a substituição da torre de observação.

Concurso para nova torre no Parque Ambiental de Santa Margarida ficou deserto em agosto de 2020. Foto: DR

Encerrada ao público desde novembro de 2017 devido ao seu estado de conservação, a Torre do Parque Ambiental de Santa Margarida é uma das infraestruturas que o Município de Constância quer ver recuperadas, na estratégia de reabilitação do parque.

O objetivo passa neste caso pela substituição da torre, naquela que é uma operação “muito específica”, e em que se pretende substituir a atual edificação em madeira por “uma estrutura metálica mais duradoura”, conforme referiu o presidente do Município ao mediotejo.net em agosto do ano passado, na sequência do concurso público para a substituição da mesma que ficou deserto.

Abrantina mas orgulhosa da sua costela maçaense, rumou à capital com o objetivo de se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).