Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Julho 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância assina protocolo com Tagusvalley para apoiar empreendedores

Com o objetivo de apoiar os empreendedores do concelho de Constância a desenvolverem as suas ideias de negócio, a autarquia vai assinar um protocolo com o Tagusvalley – Tecnopolo do Vale do Tejo.

- Publicidade -

No âmbito deste protocolo, a Câmara Municipal vai disponibilizar espaços de reunião onde os empreendedores poderão colocar as suas dúvidas e questões com técnicos do Tagusvalley.

“O que se quer criar é uma proximidade entre a estrutura que o Tagusvalley pode oferecer a qualquer empreendedor, disponibilizando o município os espaços que tem tanto a sul como a norte para que haja aqui um trabalho de proximidade junto daquele que tem a ideia, criando as condições necessárias para transformar a ideia num produto”, referiu Daniel Martins, vereador da Câmara Municipal de Constância, em declarações ao mediotejo.net.

- Publicidade -

Daniel Martins salienta que “este protocolo tem mais a função de dar a conhecer que existe uma estrutura que pode apoiar os empresários”.

“Às vezes há uma ideia e a pessoa não sabe onde se dirigir para ter ajuda e aqui é um reforço do que há perto de nós para poder canalizar os empreendedores para os locais corretos e saber quais são as pessoas que poderão ajudar a concretizar essa ideia de negócio e a Tagusvalley tem esse potencial”, acrescenta Daniel Martins.

“Para a autarquia não há um custo direto, mas acreditamos que é uma grande ponte e um grande benefício para os empresários”, salienta o vereador.

Na Câmara Municipal de Constância haverá um técnico que será responsável por estabelecer a ponte entre as necessidades dos futuros empresários e o apoio técnico da Tagusvalley, para além de prestar ajuda ao nível dos processos administrativos, dispõe ainda de uma unidade produtiva partilhada que os empreendedores poderão utilizar para realização de ensaios ou produção dos seus produtos alimentares.

A assinatura deste protocolo partiu do Tagusvalley porque, segundo comentou Daniel Martins, “eles sentem que existem muitas ideias que estão perdidas porque as pessoas desconhecem o apoio prestado pelo Tecnopolo”.

O assunto foi debatido durante a última reunião de Câmara de Constância, realizada no dia 5 de novembro, onde os vereadores do PS teceram alguns comentários. Natércio Candeias (PS) defendeu que “nestes protocolos devem ficar bem definidas as intervenções das entidades” e que “a informação deve chegar junto da população alvo destes projetos”. O vereador acrescentou ainda que “gostaria de ver no concelho de Constância cerca de 10% dos projetos de investimento, por território, que o Tagusvalley tenha em mãos”.

Por sua vez, o vereador António Mendes (PS) salientou que “gostaria de ver neste protocolo outro tipo de intervenção da autarquia, que não só fazer a ponte entre os empresários e a Tagusvalley”.

Na ocasião, Daniel Martins (CDU) explicou que “com este protocolo os empresários têm ferramentas para experimentar os seus produtos a baixo custo”.

Este protocolo deverá agora estender-se a outros municípios da região do Médio Tejo.

Entrou no mundo do jornalismo há cerca de 13 anos pelo gosto de informar o público sobre o que acontece e dar a conhecer histórias e projetos interessantes. Acredita numa sociedade informada e com valores. Tem 35 anos, já plantou uma árvore e tem três filhos. Só lhe falta escrever um livro.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome