Constância | Alunos do 2º ciclo do Agrupamento de Escolas vão ter aulas no Centro Escolar de Santa Margarida

Reunião de executivo em Constância. Foto: mediotejo.net

Os alunos do 2º ciclo do Agrupamento de Escolas de Constância vão ser deslocados no novo ano letivo para o Centro Escolar de Santa Margarida, tendo em conta a contingência e medidas de segurança e distanciamento impostas pela atual pandemia de covid-19. O assunto foi abordado na reunião de Câmara pública de quinta-feira, dia 27 de agosto, com o vice-presidente Jorge Pereira (PS) a referir que tal decisão surgiu de acordo entre Município e Agrupamento, uma vez que aquele Centro escolar dispõe de salas livres e espaço que permitirá maior conforto e cuidados durante as aulas e intervalos, mediante as diretrizes emanadas pelas autoridades de saúde e tutela.

PUB

“Entendeu-se por bem fazê-lo, até para proteção dos próprios alunos, porque era muito complicado o nosso Agrupamento cumprir todas as regras, inclusive com horários de almoço e intervalos. E, uma vez que temos o Centro escolar de Santa Margarida, que tem todas as condições, que tem salas desocupadas e que podem ser utilizadas, optámos por levar o 2º ciclo”, explicou o vice-presidente da CM Constância, Jorge Manuel Pereira, que presidiu à sessão na ausência do autarca Sérgio Oliveira, que se encontra de férias.

Esta mudança vai requerer algumas mudanças de transportes, que incluirão os alunos oriundos de Montalvo, Constância e imediações, a fim de seguirem para as aulas em Santa Margarida.

PUB

“Vão vir para Constância todos os alunos, e depois seguem todos para Santa Margarida da Coutada”, referiu Jorge Pereira.

Ainda assim, admitiu o vice-presidente que em termos de transportes escolares há ainda reticência por se aguardarem diretivas por parte da tutela.

PUB

“Tivemos reunião no dia 24 de agosto, com a Sra. Diretora do Agrupamento de Escolas, com o representante da Rodoviária do Tejo, e acontece que a própria Rodoviária espera que algumas diretivas sejam alteradas. A Rodoviária não tinha capacidade para respeitar as distâncias de segurança e impor a limitação de lugares. Não haveria autocarros suficientes para todos os Agrupamentos escolares do Médio Tejo. Ia ser muito complicado”, referiu, dando conta que o Município está a acompanhar a situação e aguardam mais informações.

Centro Escolar de Santa Margarida. Foto: mediotejo.net

O Município refere que o importante é “oferecer o melhor aos alunos e no meio de tudo o que interessa é a sua segurança e de todos, o mais possível”.

As vereadoras da CDU, Sónia Varino e Júlia Amorim, levantaram algumas dúvidas quanto aos transportes escolares, assunto que causa “preocupação”.

Por outro lado, a CDU propôs que, neste novo ano letivo, o Município possa estar atento às alterações de situação económica das famílias devido à pandemia de covid-19, propondo avaliação constante dos escalões de ação social escolar.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here