Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | Agrupamento prepara novo terreno para receber mais de 3 mil escuteiros em 2020

Estão prestes a começar os trabalhos de instalação de um parque escutista no terreno cedido pelo município de Constância à Associação de Pais e Amigos do Agrupamento 707 do Corpo Nacional de Escutas (CNE), localizado na localidade de Malpique, junto ao bairro da Serafina.

- Publicidade -

Com uma área aproximada de 85 mil m2 o terreno vai acolher em 2020, por altura do Carnaval, o acampamento anual Margaridas que se tem realizado junto ao Centro de Ciência Viva.

Luís Freire, dirigente do Agrupamento e da Associação de Pais  e Amigos do Agrupamento, refere em declarações ao mediotejo.net que, após a assinatura do contrato de comodato do terreno, iniciaram-se os trabalhos de “preparação do projeto que prevê a instalação de todas as obras e equipamentos necessários para a realização das 30° acampamento Margaridas no Carnaval de 2020”.

- Publicidade -

Conta-se dar início às obras em junho, mas em maio começaram já os trabalhos de limpeza e desmatação. “Vamos fazer uma instalação com contentores, casas de banho, tudo com contentores porque era muito caro fazer obras definitivas e foi uma solução que se encontrou melhor para o terreno”, explica Luís Freire.

A ideia é, numa primeira fase, equipar o terreno com as condições necessárias para a realização o próximo evento de 2020, completando-se a totalidade do projeto no ano seguinte. “Contamos que no espaço de dois anos consigamos as instalações  de acordo com o projeto que vai ser submetido à Câmara”, revela o dirigente escutista.

No futuro, é intenção dos responsáveis pelo Agrupamento abrir o espaço à população com a instalação de um circuito de manutenção “porque a população já utilizava aquele espaço para as caminhadas noturnas no verão”.

Luís Freire garante que o objetivo é honrar o compromisso assumido e corresponder à confiança que município depositou ao ceder o terreno. Por isso, há a preocupação em manter o terreno limpo e em cumprir o estabelecido no contrato de comodato.

Luís Freire, dirigente do Agrupamento. Foto: mediotejo.net

O dirigente calcula que a nova área de oito hectares e meio garanta uma capacidade para acolher mais de 3 mil escuteiros, o triplo do número médio de escuteiros participantes no Acampamento Margaridas que em 2020 completa a 30ª edição.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome