Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Terça-feira, Outubro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Constância | Agrupamento de Escolas e Câmara entregam Prémios Camões a alunos

O 27º aniversário da escola sede do Agrupamento de Escolas de Constância foi comemorado no dia 4 de outubro com a atribuição dos Prémios Camões e SENSOSIM e dos diplomas aos alunos que concluíram o Ensino Secundário e, na sua maioria, iniciaram já uma nova etapa da sua vida no ensino superior.

- Publicidade -

O Prémio Camões, instituído pela Câmara Municipal de Constância e entregue desde 1991, tem como principal objetivo distinguir os alunos que, no ano letivo transato, se destacaram pelo seu desempenho escolar, tendo sido reconhecidos 51 alunos.

Por sua vez, o Prémio SENSOSIM, instituído pelo Agrupamento de Escolas de Constância, distingue alunos desde o 1º CEB até ao Ensino Secundário, que se evidenciaram pela sua Sensibilidade, Solidariedade e Simpatia, sendo eleitos pelos seus pares. Desta forma, sublinha o Agrupamento, “promove-se o exercício de cidadania plena”.

- Publicidade -

Participaram na cerimónia os representantes de várias entidades do concelho, destacando-se o presidente da Câmara Municipal de Constância acompanhado de dois vereadores, o comandante da Brigada Mecanizada do Campo Militar de Santa Margarida acompanhado de um adjunto, o comandante do posto da GNR de Constância, bem como representantes das três juntas de freguesia do concelho, da Associação de Pais e Encarregados de Educação, da Associação Os Quatro Cantos do Cisne e da Associação Casa Memória Camões, que como amigos e parceiros na educação dos alunos se quiseram juntar à escola neste evento.

Olga Antunes, diretora deste Agrupamento de Escolas, afirmou não poder “deixar de realçar a importância destes momentos para os alunos e suas famílias, bem como para todos os profissionais que aqui assumem como seu o sucesso dos nossos alunos”.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome