Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Congresso Nacional de Emergência Hospitalar com inscrições esgotadas

A Fénix – Associação Nacional de Bombeiros e Agentes de Proteção Civil, em parceria com a ANTEPH – Associação Nacional de Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar, vai realizar nos dias 16 e 17 de novembro, em Coimbra, o Congresso Nacional de Emergência Pré-Hospitalar dirigido a todos os interessados na área em questão, aberto e direccionado a toda a comunidade médica, técnica e científica no sector da emergência pré-hospitalar.

- Publicidade -

Em nota de imprensa, a organização refere que, “tratando-se de um evento de abrangência nacional, conta já com a confirmação de várias entidades de renome internacional no socorro pré-hospitalar”, estando as inscrições lotadas para um evento que está agendado para o Instituto Superior de Engenharia de Coimbra.

O congresso visa estabelecer um espaço aberto de discussão e análise na área da Emergência Pré-Hospitalar no tema “Emergência Pré-Hospitalar”, “área que constantemente requer conhecimento, actualização e evolução”, refere a associação, dando conta que tal “só é possível com a partilha de experiências e conhecimentos científicos, tecnológicos e doutrinários acumulados bem como com novas visões cientificamente atestadas”, integrando a sessão “outras iniciativas a serem reveladas e expostas no decorrer do Congresso”.

- Publicidade -

O momento inclui também a sessão denominada “Estrelas da Vida”, que “visa reconhecer publicamente todos aqueles que, depois de uma criteriosa analise, se mostraram merecedores deste reconhecimento”, tendo a Fénix referido que esta sessão “irá ser repetida visto que não se podem reconhecer todos os elementos de uma só vez”.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome