Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Julho 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“Comer bem é no Ribatejo”, por Duarte Marques

O nosso distrito tem muitas características e tradições que o distinguem, que o representam da melhor forma no exterior, mas que são sobretudo um verdadeiro privilégio para nós que o habitamos mas também para quem nos visita. A boa gastronomia é uma dessas particularidades onde o distrito de Santarém se destaca pela melhores, e mais deliciosas razões.
 
Não sendo um gastrónomo como o nosso conterrâneo, e uma grande referência da nossa cultura, o Dr. Armando Fernandes, atrevo-me a enveredar por uma área que desconheço como crítico, mas que muito aprecio como “utente”, a nossa gastronomia regional. 
 
Praticamente em simultâneo, decorrem no nosso distrito as Tasquinhas de Rio Maior, o Festival do Sável  e da Lampreia em Vila Nova da Barquinha, o Festival da Lampreia em Mação e em Tomar, já para não falar de outros eventos de gastronomia que marcam lugar no Ribatejo em outras alturas do ano de que será o maior ícone o Festival Nacional de Gastronomia de Santarém. 
 
Este distrito tem uma tradição gastronómica que nos deve orgulhar e em cuja divulgação todos nós devemos empenhar. Atrair visitantes, inovar preservando  os costumes, conquistando novos públicos e visitantes, mas também novas ofertas e profissionais, deve ser uma missão que nos deve unir numa saudável competição em que os maiores vencedores serão os cidadãos, a nossa tradição e a nossa cultura gastronómica. 
 
É tempo e oportunidade para homenagear aqueles que mais fazem por isso, os autores, os cozinheiros, os investidores, os restaurantes, as tascas, as autarquias, os críticos e também os divulgadores que tanto têm feito para desenvolver esta “economia gastronómica”. As tradições permanecerão enquanto as preservarmos, mas também enquanto as soubermos recordar, adaptar, divulgar e aproveitar.
 
Termino, desejando a todos um bom apetite. Visitem, divulguem, comam, aprendam e desfrutem da nossa grande gastronomia.

Duarte Marques, 39 anos, é natural de Mação. Fez o liceu em Castelo Branco e tirou Relações Internacionais no Instituto de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, com especialização em Estratégia Internacional de Empresa. É fellow do German Marshall Fund desde 2013. Trabalhou com Nuno Morais Sarmento no Governo de Durão Barroso ao longo de dois anos. Esteve seis anos em Bruxelas na chefia do gabinete português do PPE no Parlamento Europeu, onde trabalhou com Vasco Graça Moura, José Silva Peneda, João de Deus Pinheiro, Assunção Esteves, Graça Carvalho, Carlos Coelho, Paulo Rangel, entre outros.
Foi Presidente da JSD e deputado na última legislatura, onde desempenhou as funções Vice Coordenador do PSD na Comissão de Educação, Ciência e Cultura e integrou a Comissão de Inquérito ao caso BES, a Comissão de Assuntos Europeus e a Comissão de Negócios Estrangeiros e Cooperação. O Deputado Duarte Marques, eleito nas listas do PSD pelo círculo de Santarém, foi eleito em janeiro de 2016 um dos novos representantes portugueses na Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, com sede em Estrasburgo. É ainda membro da Assembleia Municipal de Mação.
Sócio de uma empresa de criatividade e publicidade com sede em Lisboa, é também administrador do Instituto Francisco Sá Carneiro, director Adjunto da Universidade de Verão do PSD, cronista do Expresso online, do Médio Tejo digital e membro do painel permanente do programa Frente a Frente da SIC Notícias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here