Classificação da Igreja da Misericórdia de Abrantes ampliada pela DGPC

A Direção-Geral do Património Cultural iniciou o processo para fusão e ampliação da classificação da «Igreja da Misericórdia de Abrantes, incluindo seis tábuas de pintura quinhentista e demais recheio», da «Sala do Definitório da Misericórdia de Abrantes» e do «Conjunto constituído pelo pequeno claustro, incluindo a cisterna com a ferragem, a fachada do Definitório da Misericórdia e a sacristia onde está o lavabo».

PUB

Estes imóveis já estão classificados separadamente desde 1977 como imóveis de interesse público mas agora passam a estar agrupados passando a ser designados na lista do património classificado como «Igreja da Misericórdia de Abrantes, pátio do Definitório, Casa do Despacho e claustro anexo, incluindo o património integrado».

Outra alteração tem a ver com a área de proteção dos imóveis que é alargada em mais 50 metros.

PUB

O anúncio desta alteração foi publicado na 2.ª Série do Diário da República, de 23 de setembro,

Até 17 de outubro decorre o prazo para apresentação de reclamações e até 8 de novembro para apresentação de recursos.

PUB

Os proprietários abrangidos e outros interessados podem consultar o processo no site da Direção -Geral do Património Cultural (www.patrimoniocultural.pt) e no site da Câmara Municipal de Abrantes (www.cm -abrantes.pt).

abrantes-167_001 abrantes-mapa

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here