Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Quinta-feira, Maio 13, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Cinco municípios do Médio Tejo vão integrar rede nacional de espaços de ‘coworking’

As autarquias de Abrantes, Mação, Ourém, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha assinaram um acordo de cooperação para a criação de uma rede de espaços de coworking. O protocolo foi assinado na sexta-feira, em Vouzela, entre a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e as cinco câmaras municipais, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC) e o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

- Publicidade -

- Publicidade -

Estes espaços de coworking, previstos no Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) “vêm contribuir para a dinamização dos territórios do Interior, facilitando a fixação e atração de pessoas e empresas , diminuindo a necessidade de deslocações e a consequente pegada carbónica, melhorando a qualidade de vida das populações do Interior, promovendo a conciliação entre a vida familiar e a vida profissional”, pode ler-se em comunicado dos ministérios da Coesão Territorial, Solidariedade e Segurança Nacional.

Dos 53 espaços que o Governo pretende abril até ao final de junho, cinco ficarão na região do Médio Tejo, a saber: Abrantes (INOVPOINT ), Mação (Centro de Formação de Mação); Ourém (Edifício Multiusos na Freixianda); Vila de Rei (1.º Piso do Mercado Municipal) e em Vila Nova da Barquinha (CAIS, Espaço Empresarial).

- Publicidade -

Estes espaços disponibilizados pelas autarquias cumprem com as condições previstas no acordo, e entre outras, dado que estão devidamente equipados com computadores, impressoras e acesso à internet, divididos em áreas de diferentes tipologias, dispondo de bancadas livres para diferentes períodos de ocupação; zonas privadas para videochamadas; áreas para reuniões, bem como espaços para a realização de reuniões e ações de formação.

As câmaras municipais ficarão responsáveis pela divulgação deste espaços, disponibilizando fotografias ou vídeos para permitir a realização de visitas virtuais por parte de eventuais interessados, e fornecendo informação relativa às características do espaço, condições de utilização, calendário anual, horário de utilização e custo associado.

A CIM do Médio Tejo nesta assinatura foi representada pelo vice-presidente, Vasco Estrela, também autarca de Mação.

A cerimónia contou com a presença da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, a secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira e o secretário de Estado do Trabalho e da Formação Profissional, Miguel Cabrita.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

- Publicidade -
- Publicidade -

COMENTÁRIOS

Please enter your comment!
O seu nome