Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Novembro 27, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

CIMT disponível para discutir projeto de locomotiva a vapor na linha da Beira Baixa (c/áudio)

Os deputados de Mação, José António Almeida e João Filipe, apelaram na assembleia intermunicipal de segunda-feira, 24 de maio, a que a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) faça tudo ao seu alcance para recuperar uma antiga locomotiva a vapor que se encontra parada no Entroncamento e a coloque a funcionar, para fins turísticos, na linha da Beira Baixa.

- Publicidade -

O projeto, promovido pela associação Rotas de Mação, está estimado em 1 milhão de euros, mas a presidente da CIMT, Anabela Freitas, demonstrou interesse na proposta.

ÁUDIO | Proposta apresentada em reunião de Assembleia da CIMT

- Publicidade -

A ideia, segundo foi exposto por ambos os deputados, é que esta locomotiva, parada há uma década na EMEF no Entroncamento, possa ser intervencionada em Inglaterra para circular a diesel, aproveitando os novos programas de fundos europeus. O objetivo é depois estar em condições de fazer o troço turístico entre o Entroncamento e Vila Velha de Ródão, ao exemplo do modelo que já existe na linha entre o Vouga e o Douro.

Segundo João Filipe, há já interessados em que a CIMT se reúna com a CP para discutir este projeto, apelando assim a Anabela Freitas que concretize o encontro e se avalie a ideia.

Na discussão, a presidente da CIMT mostrou abertura para discutir a ideia de ter uma locomotiva antiga a fazer a linha da Beira Baixa, como “novo produto turístico”. Alertou porém que um milhão de euros é um valor significativo de investimento.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome