Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Agosto 1, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

CIM do Médio Tejo atualiza Portal de Turismo da região

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) atualizou o seu Portal de Turismo dedicado à região. O objetivo deste site é continuar a promover tanto os recursos do Médio Tejo como o potencial turístico da região.

- Publicidade -

- Publicidade -

O Portal de Turismo do Médio Tejo disponibiliza informação, em português e inglês, relativa aos monumentos, museus, sítios arqueológicos, igrejas, conventos e património natural que distinguem a região e que são um convite a uma estadia prolongada.

Para além de conhecer o património existente nos treze municípios do Médio Tejo, os visitantes do Portal de Turismo podem também descobrir os locais onde podem pernoitar, desde hotéis a turismo no espaço rural, assim como quais os restaurantes nos quais podem saborear a gastronomia que caracteriza a região.

- Publicidade -

Uma visita ao Médio Tejo é ainda uma oportunidade para participar em desportos de natureza. No Portal de Turismo da região são apresentados vários percursos pedestres, rotas, e locais para a prática de BTT, desportos motorizados, canoagem, remo, mergulho, pesca desportiva, entre outros.

São ainda disponibilizadas informações sobre como chegar ao Médio Tejo e circular na região, e elencados alguns contactos úteis, relativos a postos de turismo, forças de segurança, centros de saúde e hospitais.

Em nota de imprensa , a CIM do Médio Tejo refere “prosseguir, assim, o seu objetivo de fortalecer a identidade regional junto a potenciais visitantes e turistas, através da promoção do património cultural e natural, bem como das atividades que lhe estão associadas”.

O portal pode ser visitado em: http://turismo.mediotejo.pt/

Também disponível versão em inglês: http://turismo.mediotejo.pt/index.php/en/

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome