Cidades Inteligentes | Abrantes no ‘Portugal Smart Cities Summit’ 2018

Smart Cities. Crédito: Pixabay

A temática das cidades inteligentes volta dia 11 de abril ao Centro de Congressos de Lisboa (CCL), a antiga FIL, desta vez num novo formato e com a presença de Abrantes.

PUB

O ‘Portugal Smart Cities Summit’, evento dedicado ao debate sobre o futuro das cidades inteligentes, decorre de 11 a 13 de abril no Centro de Congressos de Lisboa, com o objetivo de agregar municípios, empresas, universidades e academia, num evento que terá, também, a sua componente de negócio.

Juntará, naquele centro de exposições da capital portuguesa, várias conferências e networking, numa partilha de conhecimentos sobre os mais variados sectores que englobam o conceito de cidades inteligentes.

PUB

O ‘Portugal Smart Cities Summit’ contará com a presença de 308 municípios, Abrantes incluída, entre expositores e participantes nas conferências, para além de visitantes na mostra tecnológica.

Mais de 70 startups enviaram a sua candidatura para participar na mostra tecnológica, assim como já está confirmada a presença dos municípios de Abrantes, Águeda, Aveiro, Braga, Castelo Branco, Fundão, Loures, Seixal, Oeiras, Sintra, Viseu e Lisboa, que usarão o ‘Portugal Smart Cities Summit’ como plataforma para mostrarem as suas medidas e soluções no que diz respeito à sustentabilidade, inovação e ambiente.

PUB

Este evento será assim montra para se debater o futuro das cidades inteligentes, em sectores tão diversos como são os da energia, TICE (tecnologias de informação, comunicação e electrónica), mobilidade, transportes, água, resíduos, ambiente e habitat.

Será ainda palco da apresentação de diversos inovadores projetos, alguns provenientes de start-ups. Contará também com a presença o comissário europeu, Carlos Moedas, Comissário Europeu da Investigação, Ciência e Inovação, no segundo painel da Conferência “Financiamento da Inteligência Urbana”, após a Cimeira dos Autarcas

Na Conferência “Financiamento da Inteligência Urbana” debater-se-á temas como o Emprego, Crescimento, Investimento e Competitividade, num painel que, para além de Carlos Moedas, é constituído por Nelson de Souza, Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Ana Pinho, Secretária de Estado da Habitação, José Mendes, Secretário de Estado Adjunto e do Ambiente e Karim Moueddene, da Deloitte Internacional, entre outros nomes.

A par da Conferência “Financiamento da Inteligência Urbana”, realizar-se-á durante o evento, outras ações como a Cimeira dos Autarcas (dia 11), a Conferência “Sharing Cities” e Summit Energia (dia 12), a Conferência “Futuro da Água Inteligente e Sustentável” e também a “Urban Analytics (dia 13).

De acordo com um relatório publicado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 2050 cerca de 66% da população mundial irá residir em áreas urbanas.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- publicidade -

2 COMENTÁRIOS

  1. Sou uma jornalista freelancer. Moro em Roma. Um tempo fíz, também, parte da Cruz Vermelha Italiana. Achei muito interessante e positivo o seu artigo sobre como melhorar as cidades. Melhorando-as, é uma boa iníciativa pra transformar esse mundo, em um lugar melhor pra se viver. Por dez anos morei em alguns paises da Asia. Estou escrevendo um livro. Gostaria, se não for pedir demais, saber qual seria uma cidade ideal, com uma boa infraestrutura, a parte Lisboa e Porto, para organizar uma pequena pousada. Cidade esta que contenha entretenimentos, arte e cultura. Meu pai era de Marco de Canavezes e deixou Portugal nos seus 16 anos, não tendo nunca mais retornato ao seu País. Quem sabe eu o possa fazer por ele? Na sua nova pátria, ele fez muita coisa para ajudar a cidade em que viveu por mais de 60 anos, inclusive colaborado na apertura de um hospital.
    “Patria è dove uno si trova bene”
    Agradeço muito a sua colaboração.

    • Boa tarde, teremos todo o gosto em lhe dar algumas sugestões e, quem sabe, uma visita guiada pela região do Médio Tejo. disponha. melhores cumprimentos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here