Ciclismo | Última etapa do GP EN2 teve vencedor português, Alarcón confirma triunfo (c/fotos)

Foto: Jorge Santiago/mediotejo.net.

Caiu o pano sobre a primeira edição do Grande Prémio de Portugal – Nacional 2.
Esta prova velocipédica foi um acontecimento desportivo de dimensão internacional que percorreu aquela que é a maior estrada da Europa e a terceira maior do mundo.
Com início em Chaves (dia 18) e final em Faro (hoje, dia 22) percorreu o troço da EN2 em território do Médio Tejo tendo a localidade de Montargil (Ponte de Sor), já no Alto Alentejo,  acolhido na sexta-feira a final da 3ª etapa.

PUB

João Matias (Vito-Feirense-BlackJack) venceu a 5ªetapa e a classificação dos Pontos.

O português João Matias (Vito-Feirense-BlackJack) ganhou hoje a quinta e última etapa do Grande Prémio Nacional 2, uma viagem de 142,8 quilómetros, entre Ferreira do Alentejo e Faro, que não colocou em causa a vitória de Raúl Alarcón (W52-FC Porto) na geral.

A etapa acabou ao sprint, com João Matias a ser o mais veloz de todo o pelotão, relegando Rafael Silva (Efapel) e Yannis Yssaad (Caja Rural-Seguros-RGA) para a segunda e terceira posições, respetivamente.

PUB
Raúl Alarcón (W52-FC Porto) foi o grande vencedor do Grande Prémio da EN2.

O espanhol Raúl Alarcón partiu com a camisola amarela vestida e vai levar para casa o símbolo da conquista da primeira edição do Grande Prémio Nacional 2. O corredor da W52-FC Porto conquistou o comando na primeira etapa e nunca viu o primeiro lugar em risco. Hoje não foi exceção, já que a tirada viveu apenas algumas escaramuças sem impacto real na luta pelas posições cimeiras.

Raúl Alarcón (W52-FC Porto) venceu a classificação da Montanha.

O pódio final foi todo composto por espanhóis. Raúl Alarcón colocou-se no degrau mais elevado, seguido por Mário González (Sporting-Tavira), a 2m39s, e por David de la Fuente (Aviludo-Louletano-Uli), a 2m43s.

Txomin Jurasti (Team Euskadi), vencedor das Metas Volantes.

O triunfo na etapa deu a João Matias a camisola dos pontos. Raúl Alarcón somou a montanha à geral individual, Cyril Barthe (Euskadi Basque Country-Murias) terminou como melhor jovem e Txomin Jurasti (Team Euskadi) venceu as metas volantes. A W52-FC Porto foi a melhor equipa.

Cyril Barthe (Euskadi Basque Country-Murias) envergou a camisola da Juventude.

*Com David Pereira (fotos).
Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here