- Publicidade -

Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Ciclismo | Grande Prémio EN2/Vitória italiana na 4ªetapa que saiu de Montargil

O italiano Riccardo Stacchiotti (MsTina-Focus) venceu hoje a quarta etapa do Grande Prémio Nacional 2, uma ligação de 159,7 quilómetros entre Montargil e Aljustrel, que permitiu ao espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) manter-se no topo da classificação geral.

- Publicidade -

A vitória saiu de uma fuga iniciada ao quilómetro 17, que permitiu a oito corredores permanecerem na cabeça de corrida até ao final da tirada. Nicola Toffali (Sporting-Tavira), Márcio Barbosa (Aviludo-Louletano-Uli), Bruno Silva (Efapel), Álvaro Cuadros (Caja Rural-Seguros RGA), Gotzon Udondo (Euskadi Basque Country-Murias), Riccardo Stacchiotti (MsTina-Focus), Gotzon Martín (Team Euskadi) e Jesse Ewart (Team Sapura Cycling) foram os aventureiros bem sucedidos. Começaram a sonhar com a vitória na etapa, quando a diferença sobre o pelotão chegou a mais de 5 minutos.

O alarme soou no pelotão, devido à presença de Márcio Barbosa e Bruno Silva na fuga, e a W52-FC Porto encetou a perseguição que garantisse a Raúl Alarcón ter mais um final de etapa descansado, com a camisola amarela segura. A equipa portista optou, no entanto, por não levar a perseguição até final, limitando-se a reduzir a diferença para valores que não colocassem em causa o comando da geral. Tiveram de ser as equipas com interesses numa chegada ao sprint a juntar-se ao trabalho.

- Publicidade -

Sérgio Paulinho (Efapel) lidera a perseguição aos fugitivos.
Foto:mediotejo.net

A aceleração do pelotão e o desentendimento na frente da corrida não foram suficientes para colocar em causa o sucesso dos fugitivos. Riccardo Stacchiotti, homem com experiência na equipa continental profissional Nippo-Vini Fantini, não teve dificuldades em impor a sua forte ponta final, conseguindo a segunda vitória do ano. O segundo foi Álvaro Cuadros e o terceiro Gotzon Udondo.

O pelotão chegou a 43 segundos. Raúl Alarcón chegou no grupo principal e mantém-se dono da camisola amarela.

Raúl Alarcón mantém-se intocado na liderança.
Foto:mediotejo.net

Na geral, Raul Alarcón segue como camisola amarela, com 2.39 minutos de avanço sobre o espanhol Mario González (Sporting-Tavira) e 2.43 sobre outro compatriota, David de la Fuente (Aviludo-Louletano).

A primeira edição do Grande Prémio Nacional 2 termina este domingo. A derradeira etapa vai unir Ferreira do Alentejo a Faro, numa viagem de 142,8 quilómetros.

Fonte: Federação portuguesa de Ciclismo

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome