- Publicidade -

Terça-feira, Dezembro 7, 2021
- Publicidade -

Ciclismo | Grande Prémio EN2/Irizar (Euskadi) venceu a segunda etapa mas Raúl Alarcón (W52/FCPorto) mantém a amarela

Após uma primeira etapa marcada por uma fuga de vinte e um corredores de onde saiu Raúl Alarcón para vencer isolado em Castro de Aire e vestir a camisola amarela desta primeira edição do Grande Prémio EN2, o dia de quinta-feira, cumprindo a etapa de maior quilometragem (177,2 Km) também ficou marcado por uma fuga de três espanhóis do pelotão.

- Publicidade -

Raúl Alarcón.
Foto: Jorge Santiago (arquivo)

Julen Irizar (Euskadi Basque Country-Murias), Txomin Jurasti (Team Euskadi) e Mauricio Moreira (Caja Rural-Seguros RGA) escaparam ao pelotão com cerca de um terço da etapa percorrida e foram galgando terreno até terem mais de 6 minutos de vantagem.

- Publicidade -

Com a W52/FCPorto a jogar com a enorme vantagem de Alarcón limitou-se a controlar a fuga e foi mesmo o Sporting/Tavira a comandar a perseguição ao grupo onde só restava Irizar.

Julen Irizar cortou a meta com 13 segundos de vantagem sobre o pelotão, comandado por Mário González (Sporting-Tavira) e João Matias (Vito-Feirense-BlackJack), segundo e terceiro, respetivamente.

Julen Irizar.
Foto: Euskadi/Murias

Rául Alarcón chegou integrado no pelotão e continua no topo da geral. Mário González é o segundo, a 2m41s, e David de la Fuente (Aviludo-Louletano-Uli) é o terceiro, a 2m46s.

A terceira etapa, que se disputa esta sexta-feira, é uma ligação de 144,1 quilómetros, entre Pedrógão Grande e Montargil. Depois de arrancar de Pedrógão Grande, a caravana passa na Barragem do Cabril às 11h30, entrando de seguida no Concelho da Sertã em Pedrógão Pequeno. A passagem na vila da Sertã, na Avenida Gonçalo Rodrigues Caldeira está prevista para as 11h50, segundo a autarquia.

Depois, segue-se a passagem por uma Meta Volante situada à entrada de Vila de Rei, sendo que os ciclistas irão deslocar-se para dentro da sede do concelho, passando pela Rua Dr. Eduardo de Castro, Rua Capitão Isidro António Gaio e Rua Largo da Devesa, refere nota de imprensa.

Pelotão deverá chegar à meta em Montargil pelas 14H55m. Foto: DR

A passagem pelo concelho de Sardoal, pela Estrada Nacional 2, está prevista para cerca do 12h44, e a entrada no concelho de Abrantes dar-se-á a partir das 13h00, subindo à cidade.

Segundo a autarquia abrantina, os atletas passarão por Alferrarede, atravessando a Avenida António Farinha Pereira. Segue-se um desvio à EN2, para uma passagem pelo centro da cidade de Abrantes, com o seguinte percurso: Avenida D. João I; Rotunda junto ao RAME; subida da Avenida das Forças Armadas, com meta volante junto à Rotunda da Família (13h23); Avenida 25 de Abril; corte junto ao Hospital rumo à Avenida Dr. Santana Maia, retomando o circuito da EN2, via Barreiras do Tejo; Ponte sobre o Tejo; Rossio ao Sul do Tejo (13h26); Arrifana; S. Macário e Bemposta (13h44). A etapa termina em Montargil, concelho de Ponte de Sor, cerca das 14h55.

Fonte: Federação Portuguesa de Ciclismo.

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome