Chamusca | Vice-presidente testa positivo e presidente da Câmara tem de ficar isolado

O concelho da Chamusca registou um aumento significativo do número de casos ativos de Covid-19 nas últimas 24 horas, passando de 19 para 26. No total, o concelho confirmou até ao momento 63 casos, sendo 35 considerados recuperados. Em vigilância ativa estão 30 pessoas. Os casos mais recentes implicam o próprio executivo, com a vice-presidente da autarquia, Cláudia Moreira, a ter um teste positivo, o que levou o presidente da autarquia a ficar também em quarentena, por precaução.

PUB

O “aumento considerável” de casos, segundo Paulo Queimado, presidente da Câmara Municipal da Chamusca, deve-se a contactos no exterior, como seja visitas a familiares.

Depois de a vice-presidente da Câmara, Cláudia Moreira, ter testado positivo à Covid-19 no dia 26, foram desencadeadas uma série de medidas e foram feitos testes às pessoas com quem mais de perto contactou, sendo todos os resultados negativos.

PUB

O próprio presidente Paulo Queimado, que realiza reuniões periódicas e por vezes prolongadas com a vice-presidente como aconteceu no final da semana passada em que estiveram a preparar candidaturas, foi aconselhado pelas autoridades de saúde a ficar em isolamento em sua casa, por precaução.

Todos os restantes elementos com quem Cláudia Moreira contactou mais de perto estão em vigilância passiva, deu conta o presidente da Câmara.

Apesar de estar confinado na sua casa, Paulo Queimado não tem parado, graças aos recursos online. “Estive todo o dia em reuniões”, disse ao mediotejo.net esta terça-feira, dia 27, ao final da tarde.

Naquele momento tinha terminado uma reunião online do grupo operacional da Proteção Civil para a pandemia, que inclui representantes da Segurança Social, Delegação de Saúde, GNR, Bombeiros, entre outras entidades.

Além dos três casos positivos registados em funcionárias do Centro de Apoio Social da Carregueira, foi detetado um caso no lar da Santa Casa da Misericórdia da Chamusca, segundo deu conta o presidente da Câmara.

“Incerteza” é a palavra que Paulo Queimado utiliza para caracterizar os próximos tempos, na certeza de que as perspetivas são de aumento de casos e que a curva pode ter uma subida exponencial.

Apesar de tudo, o autarca mostra-se tranquilo com os resultados da aplicação do recente plano de contingência, com regras mais apertadas. Na Câmara os horários são desfasados, muitos trabalhadores estão em teletrabalho, estão definidos circuitos de circulação e privilegia-se o atendimento telefónico ou online.

O presidente da Câmara apela à responsabilidade social de cada um e lembra as regras que se deve seguir no atual contexto de pandemia com enfoque no evitar ajuntamentos.

Carregueira: utentes e funcionários testados quinta feira

Todos os utentes e funcionários do lar de idosos do Centro de Apoio Social da Carregueira vão ser testados na próxima quinta feira, dia 29, a partir das 9h30.

Uma equipa do Centro Hospitalar do Médio Tejo vai testar 53 utentes e cerca de 70 funcionários. Isto depois de três funcionárias terem testado positivo no dia 26.

“Nesta altura está tudo calmo, está tudo tranquilo. Os utentes não revelam quaisquer sintomas. Vamos ver o que os testes dizem, adianta Horácio Ruivo, presidente da instituição ao mediotejo.net.

PUB
PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).