- Publicidade -

Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Chamusca | Transferência das crianças do Semideiro para Ulme “vai ser positiva”

A vice-presidente da Câmara da Chamusca não tem dúvidas de que a transferência das crianças do jardim de infância do Semideiro para Ulme “vai ser positiva tanto para as crianças como para os profissionais que ali trabalham”. O assunto foi abordado na reunião da Câmara da Chamusca do dia 4 de agosto.

- Publicidade -

Com apenas cinco alunos, o jardim de infância do Semideiro não foi autorizado a funcionar no próximo ano letivo, por decisão da DGEST – Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares.

Refere Cláudia Moreira (PS) que nem sempre estavam todas as crianças e que por vezes chegaram a estar apenas duas, o que “acaba por não ser motivador” nem para as crianças nem para os profissionais (educadora e auxiliar).

- Publicidade -

Outros aspetos apontados como negativos no JI do Semideiro era a fraca rede internet que condicionava a utilização dos recursos e a sua localização numa estrema da aldeia.

“Acho que vai ser muito positivo para estes meninos poderem integrar a turma de Ulme”, considera a responsável pelo pelouro da educação.

- Publicidade -

Semideiro situa-se a cerca de 13 quilómetros de Ulme.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome