- Publicidade -

Chamusca | Recolha de papel e cartão porta a porta supera expectativas

A Resitejo iniciou no dia 2 de janeiro a campanha de recolha seletiva de resíduos sólidos urbanos, porta-a-porta, nas residências dos aderentes na vila da Chamusca. A primeira recolha, apenas de papel e cartão (contentor do plástico amarelo), superou as expectativas, segundo Paulo Queimado, presidente da Resitejo e também da Câmara da Chamusca.

- Publicidade -

“Está a correr melhor do que estávamos a pensar inicialmente”, revelou o autarca na reunião de Câmara do dia 7. Dos 800 recetáculos distribuídos pelas habitações da vila, foram recolhidos 380, ou seja, quase metade, correspondendo a 540 quilos de embalagens “o que para a vila da Chamusca é considerável”, realça Paulo Queimado.

De acordo com o calendário definido pela Resitejo, a recolha seletiva dos resíduos depositados pelos agregados familiares, nos contentores individuais (45 litros) que foram distribuídos, é feita do seguinte modo: segundas e quintas feiras – plástico, terças feiras – papel, quartas feiras, de 15 em 15 dias – vidro, sempre a partir das 21 horas.

- Publicidade -

Os aderentes que forneçam o número de telemóvel são avisados por mensagem (SMS) do dia e hora das recolhas e é recomendado que deixem o respetivo contentor na zona exterior das suas habitações que foi definida para o efeito.

O sistema de recolha seletiva porta a porta está ainda numa fase de teste mas vai ter de ser implementada em todos os municípios nos próximos dois anos.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).