Chamusca | Presidente da Câmara questiona critérios que incluem o concelho na lista de “risco elevado” de contágio de covid-19

O concelho da Chamusca é um dos 191 municípios que consta da lista de “risco elevado” de transmissão da covid-19 e, por isso, sujeitos a medidas mais restritivas, como o recolher obrigatório.

PUB

No mais recente Infomail da Câmara, o Presidente Paulo Queimado fez saber que transmitiu ao Secretário de Estado, Duarte Cordeiro as suas preocupações, questionando os critérios seguidos pelas autoridades, lembrando que “que há grandes diferenças entre o meio urbano e o nosso concelho, de baixa densidade”. O autarca considera que as medidas adotadas criam “graves prejuízos económicos para o concelho e inclusive maiores concentrações de pessoas ao fim de semana de manhã, nomeadamente nos supermercados”.

No entanto, Paulo Queimado lembra que a regras estão estabelecidas de forma global e serão para cumprir. “Quanto mais depressa interiorizarmos e cumprirmos estas novas medidas, mais depressa poderemos sair da lista de concelhos com restrições mais apertadas”, alerta.

PUB

O concelho da Chamusca apresenta atualmente 31 casos ativos de covid-19 e 99 em vigilância ativa. Desde o início da pandemia já foram registados 88 casos, dos quais 53 foram considerados recuperados.

Foi um dos 121 concelhos incluídos na lista inicial, de 04 de novembro, que apresentava mais de 240 casos positivos por cada 100 mil habitantes, nos 14 dias anteriores, e agora permanece nessa lista, pelo menos até 23 de novembro.

PUB

Está em vigor o recolher obrigatório entre as 23h e as 5h, e aos fins de semana a partir das 13h até às 5h, exceto em caso de deslocações urgentes e inadiáveis. O comércio e a restauração estarão fechados nas tardes dos dois próximos fins de semana.

PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).