Segunda-feira, Dezembro 6, 2021

Chamusca | Paulo Queimado (PS) apela a que todos trabalhem “para um concelho de excelência” (c/áudio e fotos)

“Eu, abaixo assinado, afirmo solenemente pela minha honra que cumprirei com lealdade as funções que me são confiadas”. O juramento foi repetido 24 vezes, tantas quantos os eleitos que tomaram posse nos órgãos autárquicos da Chamusca.

- Publicidade -

A cerimónia decorreu na tarde do dia 17 no Cineteatro da Chamusca perante algumas dezenas de munícipes que quiseram acompanhar ao vivo a tomada de posse.

Coube a Joaquim Garrido, Presidente da Assembleia Municipal, coordenar os trabalhos, não sem antes enaltecer a participação cívica dos eleitores nas autárquicas de 26 de setembro, ao mesmo tempo que saudou todos os eleitos, saudação que estendeu a todos os que participaram nas listas.

- Publicidade -

Seguiu-se o juramento de todos os eleitos, primeiro os deputados da Assembleia Municipal, depois os Presidentes de Junta e, por fim, os cinco membros da Câmara Municipal. Registou-se a ausência do deputado municipal Nuno Mira (PS) que não tomou posse.

Mesa da Assembleia e Câmara da Chamusca. Foto: mediotejo.net

Para a eleição da mesa da Assembleia apenas o PS, partido que tem maioria, apresentou uma lista constituída por Joaquim Garrido (Presidente), Maria Inês Ribeiro (1ª Secretária) e Pedro Miguel Brás (2º Secretário). Recolheu 11 votos a favor, dois contra, uma abstenção e cinco votos em branco.

No seu primeiro discurso como Presidente da Câmara reeleito, Paulo Queimado (PS), deixou um desafio aos eleitos de todos os partidos para que trabalhem em prol do desenvolvimento do Concelho.

ÁUDIO | Discurso do Presidente da Câmara da Chamusca, Paulo Queimado:

“É hora de assumir a bandeira da Chamusca”

“Terminada que está a fase de campanha eleitoral, é hora de assumir, com responsabilidade, a bandeira da Chamusca e esta responsabilidade é exigida a quem governa e a quem está na oposição e só assim poderemos cumprir com rigor e lealdade o papel que cabe a cada um de nós, pois tenho a certeza que todos queremos o melhor para o seu concelho”, desafiou o autarca.

Momento do discurso do Presidente da Câmara da Chamusca, Paulo Queimado. Foto: mediotejo.net

Paulo Queimado considera que o caminho a percorrer pelos que detêm o poder e pelos elementos da oposição “pode ser diferente, mas o destino é comum: desenvolver o nosso concelho e melhorar a qualidade de vida dos nossos concidadãos”.

Em jeito de repto, disse: “É esta a grande responsabilidade que temos enquanto autarcas e é este o pedido que faço a todos vós: que trabalhemos em conjunto para um concelho de excelência”.

O autarca anunciou a intenção de cumprir aquilo a que se propôs: “trabalho de proximidade aos cidadãos, aos seus representantes e às organizações da sociedade civil, numa afirmação plena de empenho, dedicação e cidadania. mas sobretudo na defesa intransigente do concelho da Chamusca e dos Chamusquenses”.

O seu objetivo é dotar o concelho “com o investimento, os projetos, os equipamentos e os programas necessários à melhoria da qualidade de vida da nossa população, trabalhando com as pessoas e para as pessoas”.

O Presidente da Câmara deixou “um agradecimento sentido aos chamusquenses, pela renovação do voto de confiança” que depositaram em si e nas equipas de candidatos.

Considera este novo voto de confiança como “o reflexo do reconhecimento do trabalho árduo, intenso, dedicado, rigoroso e responsável” que o próprio e a sua equipa empreenderam enquanto autarcas em defesa do concelho.

Numa altura em que avança para o seu terceiro e último mandato, Paulo Queimado deixou palavras de agradecimento e reconhecimento a “todos aqueles que colaboraram ativamente em prol das nossas terras e das nossas gentes”, onde incluiu forças de segurança, bombeiros, agentes de saúde, serviços sociais, dirigentes das IPSS’s, dirigentes associativos, funcionários do município e funcionários das freguesias.

Dirigindo-se aos presidentes de Junta de Freguesia, disse que pretende continuar a considerar as juntas de freguesias como “parceiras privilegiadas da câmara municipal, enquanto agentes verdadeiramente especializados na área territorial que representam: as suas freguesias e os seus fregueses: os nossos munícipes”.

A todos os eleitos que tomaram posse deu as boas-vindas e afirmou desejar “que honrem o cargo para que foram eleitos, que honrem a população”.

Tomada de posse na Chamusca. Foto: mediotejo.net

PS domina em todas as frentes

São poucas as mudanças nos três órgãos autárquicos da Chamusca em resultado das eleições de 26 de setembro. O PS continua a governar com maioria os destinos do Município nos próximos quatro anos.

No órgão Executivo mantêm-se os atuais três eleitos do PS (Paulo Queimado, como presidente, Cláudia Moreira, como Vice-Presidente e Rui Ferreira como Vereador). Gisela Matias, pela CDU, e Tiago Prestes pela coligação PSD-CDS, são os vereadores da oposição.

Nas eleições, o PS arrecadou 2.056 votos (44,33 %), a CDU 1.047 votos (22,57 %), a coligação PSD-CDS 893 votos (19,25 %) e o Chega 448 votos (9,66 %).

Na Assembleia Municipal, o PS reduziu de oito para sete deputados, a que acresce quatro presidentes de junta (Carregueira, Ulme, Parreira e Chouto e Vale de Cavalos).

A CDU mantém os quatro deputados municipais, enquanto a coligação PSD-CDS continua com três representantes que se juntam ao reeleito presidente da Junta de Chamusca e Pinheiro Grande, Rui Martinho. A novidade no órgão fiscalizador é a presença do Chega com um deputado municipal, Eduardo Amaral Neto.

Novos eleitos

Câmara Municipal

Presidente Paulo Queimado (PS)

Vice-Presidente Cláudia Moreira (PS)

Vereador Rui Ferreira (PS)

Vereadora Gisela Matias (CDU)

Vereador Tiago Prestes (Coligação PSD-CDS)

Assembleia Municipal

Presidente Joaquim José Duarte Garrido (PS)

1ª Secretária – Maria Inês Ribeiro (PS)

2º Secretário – Pedro Miguel Brás (PS)

Nuno Mira (PS) – Não compareceu à tomada de posse

Anabela Protásio (PS)

Miguel Angelo Silva (PS)

Rui Tanoeiro (PS)

Maria Conceição Gaudêncio (CDU)

Miguel Silva (CDU)

Rui Miguel Cruz (CDU)

Carla Marques (CDU)

Paulo Jorge Leitão (Coligação PSD-CDS)

João Nuno Santos (Coligação PSD-CDS)

Ana Sanches (Coligação PSD-CDS)

Eduardo Amaral Neto (Chega)

Juntas de Freguesia

Chamusca e Pinheiro Grande – Rui Martinho (Coligação PSD-CDS)

Carregueira – Rui Gonçalves (PS)

Ulme – Mário Ferreira (PS)

Parreira e Chouto – Bruno Oliveira (PS)

Vale de Cavalos – José Lourenço Trindade (PS)

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

3 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia, os eleitos da CDU na Assembleia Municipal são: Maria Conceição Gaudêndio, Miguel Siva, Rui Cruz e Carla Magalhães.
    A menção no corpo da notícia a “Carla Marques (PSD-CDS)” não se encontra correcta e “Ana Margarida Sanches (CDU)” também merece correcção.
    Espero que a informação ajude.
    Continuação de bom trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome