Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Chamusca | Não está previsto encerramento de escolas ou JIs no próximo ano letivo (c/áudio)

Na reunião da Câmara Municipal da Chamusca realizada esta terça-feira, dia 29, a vice-presidente Cláudia Moreira fez o ponto de situação da rede escolar no concelho para o próximo ano letivo, garantindo que não está previsto o encerramento de qualquer estabelecimento de ensino, seja jardim de infância ou escola do 1º ciclo.

- Publicidade -

A situação mais delicada acontece no jardim de infância do Chouto onde só estão cinco crianças matriculadas. No entanto, conforme explicou a autarca, e seguindo a experiência anterior do Semideiro, o estabelecimento não irá encerrar tendo em conta que se trata do primeiro ano com este grupo de crianças.

- Publicidade -

Na Carregueira, apesar de não haver matrículas novas, sendo o JI frequentado por algumas crianças com necessidades educativas especiais, “à partida vai conseguir-se manter os dois grupos”, garantiu Cláudia Moreira.

Na vila da Chamusca, verificaram-se atrasos nas matrículas por parte dos pais, pelo que, nesta altura não há a certeza de funcionamento de uma quarta turma no JI. Até agora há três turmas completamente cheias.

Na Parreira o jardim de infância está “lotadíssimo”, tal como em Ulme onde vai ter de se fazer uma alteração à sala de aula para conseguir acomodar mais três crianças, totalizando 22.

Vale de Cavalos e Pinheiro Grande mantêm a situação de funcionamento e do número de crianças a nível do pré-escolar.

Quanto às escolas do 1º ciclo, também não há alterações: Carregueira (três turmas), Chamusca, Parreira, Vale de Cavalos, Ulme (duas turmas) e Chouto (duas turmas).

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome