Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Outubro 15, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Chamusca | Lançado concurso para reforçar saneamento básico na Carregueira

Já foi publicado no dia 4 de maio, o anúncio referente à Empreitada de remodelação da rede de abastecimento e ampliação da rede de saneamento na Carregueira (Rua do Relvão), concelho da Chamusca.

- Publicidade -

A empreitada tem um preço base de 450 mil euros e, nas previsões da Águas do Ribatejo, deverá iniciar-se no Verão de 2021 com um prazo de execução de 300 dias. Esta intervenção é financiada em exclusivo por capitais da AR e integra o plano de investimentos em curso nos sete concelhos de modo a ampliar as redes e substituir as condutas de fibrocimento.

A intervenção na Carregueira contempla a ampliação de cerca de 1,5 km da rede de saneamento, nomeadamente na bacia de drenagem da Rua do Relvão, permitindo eliminar fossa sépticas. Em simultâneo será feita a remodelação da rede de abastecimento de água na mesma extensão, substituindo as condutas, nós e ramais.

- Publicidade -

Atualmente, a rede de abastecimento da Rua do Relvão é feita em fibrocimento e apresenta o desgaste da sua vida útil com acentuada debilidade que se traduz em roturas frequentes e perdas de água. A nova rede será em Polietileno de Alta Densidade (PEAD), cumprindo os critérios da entidade reguladora (ERSAR) ao nível de necessidades de remodelação contínua das redes de abastecimento, bem como os objetivos definidos no Plano de Gestão de Perdas de Água da AR. Com esta intervenção a AR conta reduzir a quantidade de água tratada que não chega ao consumidor e minorar os incómodos das suspensões de abastecimento para reparação de roturas.

Nos últimos anos, a AR investiu cerca de 17 milhões de euros na melhoria do abastecimento de água e saneamento no concelho da Chamusca. Foram construídas ou remodeladas sete novas Estações de Tratamento de Águas Residuais, estações elevatórias e ampliada a rede de coletores. No abastecimento foram construídos e/ou requalificados reservatórios em todas as freguesias e implementadas sistemas de tratamento de água bem como novas captações de modo a garantir o reforço das reservas de água com qualidade e segurança

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome