Chamusca | Homenageadas figuras e instituições que “prestigiaram a Freguesia” (c/FOTOS e VIDEO)

O ex-Presidente da Câmara, Sérgio Carrinho, foi um dos homenageados. Foto: DR

Pela primeira vez, a União das Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande homenageou e entregou a medalha de honra a várias figuras e instituições da Freguesia, naquilo que se pretende que seja um ritual anual, sempre em dezembro, como “dever de gratidão de forma institucional” a quem teve “carreiras notáveis ou ações relevantes”.

PUB

Numa sessão solene realizada no dia 7, no salão nobre da Junta de Freguesia da Chamusca, foram homenageados o ex-presidente da Câmara Sérgio Carrinho, a corporação dos Bombeiros Voluntários da Chamusca, e, postumamente, o médico Artur Barbosa, o farmacêutico Joaquim Machado e o feitor Manuel José Moedas. A medalha ao músico da Chamusca José Cid será entregue oportunamente uma vez que o artista não compareceu por motivos profissionais.

Rui Miguel Martinho, presidente de Junta, na sua intervenção, explicou as razões da iniciativa: “A União das Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande entendeu demonstrar a sua gratidão e apreço institucionais aos cidadãos e às instituições que, de qualquer forma, tenham praticado atos ou demonstrado de forma consciente, um comportamento que honrou e promoveu o prestígio desta União das Freguesias, contribuindo para o desenvolvimento e bem-estar da população.

PUB

Porque “um povo sem memória é um povo inevitavelmente votado ao fracasso” e para “demonstrar claramente esse reconhecimento”, a União de Freguesias decidiu atribuir a sua Medalha de Honra a pessoas singulares ou coletivas “que se notabilizem no desempenho das suas funções e cujo mérito deva ser publicamente relevado”, explicou o autarca.

Depois desta introdução, Rui Miguel Martinho apresentou um resumo da biografia de cada um dos homenageados, cujos familiares ou os próprios receberam a Medalha de Honra.

PUB

Falecido em 2016, Artur Barbosa foi um “médico de reconhecido o gabarito” que “desde sempre demonstrou, inicialmente no Pinheiro Grande e numa fase posterior na Chamusca, colocar o bem-estar dos seus pacientes acima do seu próprio.”

Para o autarca, o homenageado foi “portador de enorme sapiência, cuidou de todos os seus pacientes por igual, denotando sempre uma disponibilidade ímpar e assinalável competência”. A medalha foi recebida pela viúva, Filomena Barbosa.

União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande homenageou figuras e instituições do Concelho. O ex-Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Sérgio Carrinho, foi um dos homenageados

Publicado por mediotejo.net em Sábado, 7 de dezembro de 2019

Instituição com quase sete décadas de existência e também galardoada foi a Associação dos Bombeiros Voluntários da Chamusca. “Tem servido todas as populações de uma forma abnegada e corajosa”, realçou o Presidente da Junta. A Associação foi fundada a 25 de abril de 1950 “e com o lema “Vida por Vida”, os seus homens e mulheres percorrem o país, arriscando as suas próprias vidas para salvarem as vidas e os bens de pessoas que não conhecem. É o verdadeiro espírito de solidariedade para com o próximo”, acrescentou.

Na impossibilidade da presença do presidente da Direção, José Monteiro, recebeu a medalha o Comandante dos Bombeiros, Rui Saramago.

Joaquim Machado, farmacêutico de profissão até à data da sua morte, em janeiro de 2013, “dedicou toda a sua vida a ajudar os outros” com um “elevado espírito solidário”. “Para ele fins de semana ou feriados eram dias como todos os outros. Ajudou, sempre desinteressadamente, quem lhe batia à porta, muitas e muitas vezes, a altas horas da noite”, enalteceu o autarca. Recebeu a medalha, a título póstumo, a viúva, Fernanda Machado.

Outro homenageado a título póstumo foi Manuel José Moedas, considerado “o homem mais castiço da Chamusca”, “um chamusquense de gema”.

Falecido em março de 2019, Manuel José Moedas era “dono de uma postura ímpar”. “Desde sempre trespassou para todos os que o rodeavam o amor pela sua terra”, destacou o orador.

Foi Mesário da Santa Casa da Misericórdia, com o pelouro da Praça de Toiros e membro do Conselho de Administração da Fundação Rafael e Maria Rosa Neves Duque, entidade que tem cedido o Pátio dos Singeleiros para atividades da Junta de Freguesia. Foi o filho do homenageado, José Moelas, que recebeu a medalha.

Seguindo o provérbio segundo o qual “os últimos são os primeiros”, o ex-presidente da Câmara, Sérgio Carrinho foi o último a receber a medalha num momento de grande emoção.

Para a Junta, homenagear Sérgio Carrinho “é um ato de justiça e mesmo assim muito pouco perante o tanto que este Município lhe deve”.

“Sérgio Carrinho é um nome que se confunde com a Chamusca, tal é a sua importância na história do e para o nosso território. Falar do presidente de Câmara que liderou os destinos do Município e de toda esta região durante várias décadas é tarefa fácil, porque não há projeto, conquista ou obra implementada que, de uma forma direta ou indireta, não esteja associada ao nosso ex-presidente da Câmara”, realçou Rui Miguel Martinho.

Ausente na cerimónia por motivos profissionais, José Cid, músico da Chamusca conhecido nacional e internacionalmente era também um dos medalhados. A Junta destaca o facto de o músico “levar o nome da Chamusca aos quatro cantos do Mundo”.

“São já várias as gerações que cantam de cor as suas canções. Detentor de vários prémios em Portugal e no estrangeiro, nunca renegou a terra que o viu nascer. É um dos artistas mais consagrados no nosso país”. A medalha será entregue a José Cid em data oportuna.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here