Chamusca | Hasta pública dos espaços do mercado esta quarta-feira

A hasta pública para ocupação das lojas no Mercado Municipal da Chamusca, que estava prevista para dia 2 de novembro, foi adiada para dia 4, às 10h30. Também o local da sua realização foi alterado. Já não é no edifício da Câmara, mas sim no Cineteatro da Chamusca, para garantir maior distanciamento social.

PUB

O adiamento deve-se ao impedimento da circulação de pessoas para fora do seu concelho de residência no período entre 30 de outubro e 3 de novembro. São 13 os espaços comerciais do recém-renovado mercado municipal de Chamusca. Estão previstos dois espaços de restauração, duas lojas de produtos regionais, uma lavandaria, uma peixaria, uma costureira, um sapateiro, um talho e um café. Acresce ainda uma padaria, uma papelaria, uma doçaria, uma mercearia e um café.

As áreas dos espaços comerciais variam dos 6 aos 28 m2, mas o preço base de licitação para cada espaço é igual para todos: 150 euros. As rendas são acessíveis (de 20 a 94 euros) e variam consoante a área de cada loja.

PUB

Os espaços podem ser visitados por quaisquer interessados a partir do dia 19 de outubro até ao penúltimo dia anterior à realização da hasta pública. O pedido de visita deve ser feito junto do Município.

Os interessados podem obter mais informação no site da autarquia.

PUB
PUB
José Gaio
Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).