Chamusca | Câmara aprovou orçamento de 11,6 milhões de euros para 2018

A Câmara da Chamusca aprovou esta terça-feira, dia 19 de dezembro, o orçamento para 2018, no valor de 11,6 milhões de euros, dando prioridade ao aproveitamento de fundos comunitários, disse à Lusa o presidente do município.

PUB

Paulo Queimado (PS) disse à Lusa que o orçamento para 2018 representa uma redução de cerca de 2,4 milhões de euros em relação ao do presente ano, que acabou por ser revisto em baixa por ter sido elaborado contando com a aprovação de fundos comunitários e com a obra do centro de saúde, que a Administração Regional de Saúde assumiu.

Em 2018, serão concluídas obras como o centro escolar e a remodelação do mercado municipal, que estão já a decorrer, e será substituída a iluminação pública, um investimento de um milhão de euros para colocação de luminárias ‘led’.

PUB

Paulo Queimado disse à Lusa que o Plano Estratégico de Reabilitação Urbana, elaborado há quatro anos, estava já “desadequado”, pelo que o município optou por o “reestruturar”, apostando na regeneração urbana e na criação de um eixo no centro da vila, que irá promover a mobilidade.

Um “forte investimento” na educação – com a oferta de manuais em todos os anos da escolaridade obrigatória, um modelo de atividades de enriquecimento curricular centrado em projetos e a expansão dos Laboratórios de Atividades de Inovação e Criatividade -, no reforço dos diques do Tejo e em projetos turísticos acessíveis no Arripiado, com a construção de circuitos cicláveis e pedestres, são outras apostas inscritas no orçamento deste concelho do distrito de Santarém.

O orçamento foi aprovado com os votos favoráveis da maioria socialista e a abstenção dos vereadores da CDU e do PSD, sendo submetido à apreciação da Assembleia Municipal na próxima sexta-feira.

PUB
PUB
Agência Lusa
Agência de Notícias de Portugal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).